Acerca dos conteúdos de segurança do iTunes 12.10.2 para Windows

Este documento descreve o conteúdo de segurança do iTunes 12.10.2 para Windows.

Acerca das atualizações de segurança da Apple

Para proteção dos nossos clientes, a Apple não divulga, comenta nem confirma problemas de segurança enquanto não for efetuada uma investigação e não estiverem disponíveis as correções ou os lançamentos necessários. Os lançamentos recentes são apresentados na página Atualizações de segurança da Apple.

Sempre que possível, os documentos de segurança da Apple designam as vulnerabilidades através de ID CVE.

Para obter mais informações acerca da segurança, consulte a página Segurança dos produtos Apple.

iTunes 12.10.2 para Windows

Data de lançamento: 30 de outubro de 2019

Controlador de gráficos

Disponível para: Windows 7 e posterior

Impacto: uma aplicação poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do sistema

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2019-8784: Vasiliy Vasilyev e Ilya Finogeev da Webinar, LLC

iTunes

Disponível para: Windows 7 e posterior

Impacto: executar o instalador do iTunes num diretório não fidedigno poderá resultar na execução de um código arbitrário

Descrição: existia um problema no carregamento da biblioteca dinâmica na configuração do iTunes. Este problema foi resolvido através da pesquisa de caminhos melhorada.

CVE-2019-8801: Hou JingYi (@hjy79425575) da Qihoo 360 CERT

WebKit

Disponível para: Windows 7 e posterior

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá provocar uma execução universal de scripts entre sites

Descrição: foi resolvido um problema de lógica através da gestão melhorada do estado.

CVE-2019-8813: um investigador anónimo

WebKit

Disponível para: Windows 7 e posterior

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: foram resolvidos vários problemas de corrupção de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2019-8782: Cheolung Lee da Equipa de segurança da LINE+

CVE-2019-8783: Cheolung Lee da Equipa de segurança da LINE+ Graylab

CVE-2019-8808: descoberto por OSS-Fuzz

CVE-2019-8811: Soyeon Park do SSLab no Georgia Tech

CVE-2019-8812: um investigador anónimo

CVE-2019-8814: Cheolung Lee da Equipa de segurança da LINE+

CVE-2019-8816: Soyeon Park do SSLab no Georgia Tech

CVE-2019-8819: Cheolung Lee da Equipa de segurança da LINE+

CVE-2019-8820: Samuel Groß do Google Project Zero

CVE-2019-8821: Sergei Glazunov do Google Project Zero

CVE-2019-8822: Sergei Glazunov do Google Project Zero

CVE-2019-8823: Sergei Glazunov do Google Project Zero

Modelo de processamento do WebKit

Disponível para: Windows 7 e posterior

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: foram resolvidos vários problemas de corrupção de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2019-8815: Apple

Agradecimentos adicionais

CFNetwork

Gostaríamos de agradecer a Lily Chen da Google pela sua colaboração.

WebKit

Gostaríamos de agradecer a Dlive do Xuanwu Lab da Tencent e a Zhiyi Zhang da Codesafe Team da Legendsec do Grupo Qi'anxin pela sua colaboração.

As informações sobre os produtos não fabricados pela Apple ou os sites independentes não controlados ou testados pela Apple são disponibilizadas sem recomendações nem aprovação. A Apple não assume qualquer responsabilidade no que diz respeito à seleção, ao desempenho ou à utilização dos sites ou produtos de terceiros. A Apple não garante a precisão nem a fiabilidade dos sites de terceiros. Existem riscos inerentes à utilização da Internet. Contacte o fornecedor para obter informações adicionais. Outros nomes de empresas e de produtos podem ser marcas comerciais dos respetivos proprietários.

Data de publicação: