Acerca dos conteúdos de segurança do macOS Catalina 10.15.1, da Atualização de segurança 2019-001 e da Atualização de segurança 2019-006

Este documento descreve os conteúdos de segurança do macOS Catalina 10.15.1, da Atualização de segurança 2019-001 e da Atualização de segurança 2019-006.

Acerca das atualizações de segurança da Apple

Para proteção dos nossos clientes, a Apple não divulga, comenta nem confirma problemas de segurança enquanto não for efetuada uma investigação e não estiverem disponíveis as correções ou os lançamentos necessários. Os lançamentos recentes são apresentados na página Atualizações de segurança da Apple.

Sempre que possível, os documentos de segurança da Apple designam as vulnerabilidades através de ID CVE.

Para obter mais informações acerca da segurança, consulte a página Segurança dos produtos Apple.

macOS Catalina 10.15.1, Atualização de segurança 2019-001, Atualização de segurança 2019-006

Data de lançamento: 29 de outubro de 2019

Contas

Disponível para: macOS Mojave 10.14.6, macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Catalina 10.15

Impacto: um atacante remoto poderá conseguir divulgar a memória

Descrição: foi resolvido um problema de leitura fora dos limites através da validação melhorada da entrada.

CVE-2019-8787: Steffen Klee do Secure Mobile Networking Lab da Technische Universität Darmstadt

Entrada atualizada a 11 de fevereiro de 2020

Contas

Disponível para: macOS Mojave 10.14.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: as transferências por AirDrop poderão ser aceites inesperadamente enquanto estiver no modo Todos

Descrição: foi resolvido um problema de lógica através da validação melhorada.

CVE-2019-8796: Allison Husain da UC Berkeley

Entrada adicionada a 4 de abril de 2020

AirDrop

Disponível para: macOS Catalina 10.15

Impacto: as transferências por AirDrop poderão ser aceites inesperadamente enquanto estiver no modo Todos

Descrição: foi resolvido um problema de lógica através da validação melhorada.

CVE-2019-8796: Allison Husain da UC Berkeley

Entrada adicionada a 4 de abril de 2020

AMD

Disponível para: macOS Mojave 10.14.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: uma app poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do kernel

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2019-8748: Lilang Wu e Moony Li da Mobile Security Research Team da Trend Micro

Entrada adicionada a 11 de fevereiro de 2020

apache_mod_php

Disponível para: macOS Mojave 10.14.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: vários problemas no PHP

Descrição: foram corrigidos vários problemas ao atualizar para a versão 7.3.8 do PHP.

CVE-2019-11041

CVE-2019-11042

Entrada adicionada a 11 de fevereiro de 2020

APFS

Disponível para: macOS Mojave 10.14.6, macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Catalina 10.15

Impacto: uma aplicação poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do kernel

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através da gestão melhorada do estado.

CVE-2019-8824: Mac em colaboração com o programa Zero Day Initiative da Trend Micro

Entrada adicionada a 11 de fevereiro de 2020

App Store

Disponível para: macOS Catalina 10.15

Impacto: um atacante local poderá conseguir iniciar sessão na conta de um utilizador com sessão iniciada anteriormente sem credenciais válidas.

Descrição: foi resolvido um problema de autenticação através da gestão melhorada do estado.

CVE-2019-8803: Kiyeon An, 차민규 (CHA Minkyu)

AppleGraphicsControl

Disponível para: macOS Catalina 10.15

Impacto: uma app poderá conseguir ler a memória restrita

Descrição: foi resolvido um problema de validação através da limpeza melhorada da entrada.

CVE-2019-8817: Arash Tohidi

AppleGraphicsControl

Disponível para: macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Mojave 10.14.6

Impacto: uma app poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do sistema

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2019-8716: Zhiyi Zhang da Equipa Codesafe do Legendsec do Qi'anxin Group, Zhuo Liang da Equipa Vulcan da Qihoo 360

Domínios associados

Disponível para: macOS Catalina 10.15

Impacto: o processamento indevido de URL poderá provocar a exfiltração de dados

Descrição: existia um problema na análise de URL. Este problema foi resolvido através da validação melhorada da entrada.

CVE-2019-8788: Juha Lindstedt da Pakastin, Mirko Tanania, Rauli Rikama da Zero Keyboard Ltd

Áudio

Disponível para: macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Mojave 10.14.6

Impacto: o processamento de um ficheiro de áudio criado com intuito malicioso poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através da gestão melhorada do estado.

CVE-2019-8706: Yu Zhou do Ant-financial Light-Year Security Lab

Áudio

Disponível para: macOS Mojave 10.14.6, macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Catalina 10.15

Impacto: uma app poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do sistema

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2019-8785: Ian Beer do Google Project Zero

CVE-2019-8797: 08Tc3wBB em colaboração com a SSD Secure Disclosure

Entrada atualizada a 11 de fevereiro de 2020

Áudio

Disponível para: macOS Mojave 10.14.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: o processamento de um ficheiro de áudio criado com intuito malicioso poderá divulgar memória restrita

Descrição: foi resolvido um problema de leitura fora dos limites através da validação melhorada da entrada.

CVE-2019-8850: investigador anónimo em colaboração com o programa Zero Day Initiative da Trend Micro

Entrada atualizada a 18 de dezembro de 2019

Livros

Disponível para: macOS Catalina 10.15

Impacto: analisar um ficheiro do iBooks criado com intuito malicioso poderá provocar a divulgação das informações do utilizador

Descrição: existia um problema de validação no processamento de ligações simbólicas. Este problema foi resolvido através da validação melhorada de ligações simbólicas.

CVE-2019-8789: Gertjan Franken da imec-DistriNet, KU Leuven

Contactos

Disponível para: macOS Catalina 10.15

Impacto: o processamento de um contacto criado com intuito malicioso poderá provocar a falsificação da IU

Descrição: foi resolvido um problema de inconsistência na interface de utilizador através da gestão melhorada do estado.

CVE-2017-7152: Oliver Paukstadt da Thinking Objects GmbH (to.com)

CoreAudio

Disponível para: macOS Mojave 10.14.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: a reprodução de um ficheiro de áudio malicioso poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através da validação melhorada da entrada.

CVE-2019-8592: riusksk da VulWar Corp em colaboração com o programa Zero Day Initiative da Trend Micro

Entrada adicionada a 6 de novembro de 2019

CoreAudio

Disponível para: macOS Mojave 10.14.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: o processamento de um filme criado com intuito malicioso poderá provocar a divulgação da memória de processamento

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através da validação melhorada.

CVE-2019-8705: riusksk da VulWar Corp em colaboração com o programa Zero Day Initiative da Trend Micro

Entrada adicionada a 11 de fevereiro de 2020

CoreMedia

Disponível para: macOS Mojave 10.14.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através da gestão melhorada do estado.

CVE-2019-8825: detetado por GWP-ASan no Google Chrome

Entrada adicionada a 11 de fevereiro de 2020

CUPS

Disponível para: macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Mojave 10.14.6

Impacto: um atacante com uma posição privilegiada na rede poderá conseguir divulgar informações confidenciais de utilizadores

Descrição: foi resolvido um problema de validação da entrada através da validação melhorada da entrada.

CVE-2019-8736: Pawel Gocyla da ING Tech Poland (ingtechpoland.com)

CUPS

Disponível para: macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Mojave 10.14.6

Impacto: o processamento de uma cadeia criada com intuito malicioso poderá provocar a corrupção da área dinâmica para dados

Descrição: foi resolvido um problema de consumo de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2019-8767: Stephen Zeisberg

CUPS

Disponível para: macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Mojave 10.14.6

Impacto: um atacante com uma posição privilegiada poderá conseguir provocar um ataque de recusa de serviço

Descrição: foi resolvido um problema de recusa de serviço através da validação melhorada.

CVE-2019-8737: Pawel Gocyla da ING Tech Poland (ingtechpoland.com)

Quarentena de ficheiros

Disponível para: macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Mojave 10.14.6

Impacto: uma aplicação maliciosa poderá conseguir aumentar os privilégios

Descrição: este problema foi resolvido através da remoção de código vulnerável.

CVE-2019-8509: CodeColorist do Ant-Financial LightYear Labs

Eventos do sistema de ficheiros

Disponível para: macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Catalina 10.15

Impacto: uma app poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do sistema

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2019-8798: ABC Research s.r.o. em colaboração com o programa Zero Day Initiative da Trend Micro

Foundation

Disponível para: macOS Mojave 10.14.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: um atacante remoto poderá conseguir provocar o encerramento inesperado da aplicação ou a execução de um código arbitrário

Descrição: foi resolvido um problema de leitura fora dos limites através da validação melhorada da entrada.

CVE-2019-8746: Natalie Silvanovich e Samuel Groß do Google Project Zero

Entrada adicionada a 11 de fevereiro de 2020

Placa gráfica

Disponível para: macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Mojave 10.14.6

Impacto: o processamento de um programa shader malicioso pode provocar o encerramento inesperado da aplicação ou a execução de um código arbitrário

Descrição: foram resolvidos vários problemas de corrupção de memória através da validação melhorada da entrada.

CVE-2018-12152: Piotr Bania da Cisco Talos

CVE-2018-12153: Piotr Bania da Cisco Talos

CVE-2018-12154: Piotr Bania da Cisco Talos

Controlador de gráficos

Disponível para: macOS Catalina 10.15

Impacto: uma app poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do sistema

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2019-8784: Vasiliy Vasilyev e Ilya Finogeev da Webinar, LLC

Intel Graphics Driver

Disponível para: macOS Catalina 10.15

Impacto: uma app poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do sistema

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2019-8807: Yu Wang da Didi Research America

IOGraphics

Disponível para: macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Mojave 10.14.6

Impacto: um utilizador local poderá conseguir provocar o encerramento inesperado do sistema ou ler a memória do kernel

Descrição: foi resolvido um problema de leitura fora dos limites através da verificação melhorada dos limites.

CVE-2019-8759: outro da Equipa Nirvan da Qihoo 360

iTunes

Disponível para: macOS Catalina 10.15

Impacto: executar o instalador do iTunes num diretório não fidedigno poderá resultar na execução de um código arbitrário

Descrição: existia um problema no carregamento da biblioteca dinâmica na configuração do iTunes. Este problema foi resolvido através da pesquisa de caminhos melhorada.

CVE-2019-8801: Hou JingYi (@hjy79425575) da Qihoo 360 CERT

Kernel

Disponível para: macOS Mojave 10.14.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: uma aplicação poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do kernel

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através da gestão melhorada do estado.

CVE-2019-8709: derrek (@derrekr6) derrek (@derrekr6)

Entrada adicionada a 11 de fevereiro de 2020

Kernel

Disponível para: macOS Catalina 10.15

Impacto: uma app poderá conseguir ler a memória restrita

Descrição: foi resolvido um problema de validação através da limpeza melhorada da entrada.

CVE-2019-8794: 08Tc3wBB em colaboração com a SSD Secure Disclosure

Kernel

Disponível para: macOS Mojave 10.14.6, macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Catalina 10.15

Impacto: uma app poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do kernel

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2019-8717: Jann Horn do Google Project Zero

CVE-2019-8786: Wen Xu da Georgia Tech, estagiário de pesquisa da equipa de Offensive Security da Microsoft

Entrada atualizada a 18 de novembro de 2019 e a 11 de fevereiro de 2020

Kernel

Disponível para: macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Mojave 10.14.6

Impacto: uma aplicação maliciosa poderá conseguir determinar o esquema de memória do kernel

Descrição: existia um problema de corrupção de memória no processamento de pacotes de IPv6. Este problema foi resolvido através da gestão melhorada de memória.

CVE-2019-8744: Zhuo Liang da Equipa Vulcan da Qihoo 360

Kernel

Disponível para: macOS Catalina 10.15

Impacto: uma app poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do kernel

Descrição: foi resolvido um problema de vulnerabilidade de corrupção da memória através do bloqueio melhorado.

CVE-2019-8829: Jann Horn do Google Project Zero

Entrada adicionada a 6 de novembro de 2019

libxml2

Disponível para: macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Mojave 10.14.6

Impacto: vários problemas no libxml2

Descrição: foram resolvidos vários problemas de corrupção de memória através da validação melhorada da entrada.

CVE-2019-8749: detetado por OSS-Fuzz

CVE-2019-8756: detetado por OSS-Fuzz

libxslt

Disponível para: macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Mojave 10.14.6

Impacto: vários problemas no libxslt

Descrição: foram resolvidos vários problemas de corrupção de memória através da validação melhorada da entrada.

CVE-2019-8750: detetado por OSS-Fuzz

manpages

Disponível para: macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Catalina 10.15

Impacto: uma aplicação maliciosa poderá conseguir obter privilégios de raiz

Descrição: foi resolvido um problema de validação através da lógica melhorada.

CVE-2019-8802: Csaba Fitzl (@theevilbit)

PDFKit

Disponível para: macOS Mojave 10.14.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: um atacante poderá conseguir exfiltrar os conteúdos de um PDF cifrado

Descrição: existia um problema no processamento de ligações em PDF cifrados. Este problema foi resolvido através da adição de um pedido de confirmação.

CVE-2019-8772: Jens Müller da Universidade de Ruhr, Bochum; Fabian Ising da FH Universidade de Ciências Aplicadas de Münster; Vladislav Mladenov da Universidade de Ruhr, Bochum; Christian Mainka da Universidade de Ruhr, Bochum; Sebastian Schinzel da FH Universidade de Ciências Aplicadas de Münster e Jörg Schwenk da Universidade de Ruhr, Bochum

Entrada adicionada a 11 de fevereiro de 2020

PluginKit

Disponível para: macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Mojave 10.14.6

Impacto: um utilizador local poderá conseguir verificar a existência de ficheiros arbitrários

Descrição: foi resolvido um problema de lógica através de restrições melhoradas.

CVE-2019-8708: um investigador anónimo

PluginKit

Disponível para: macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Mojave 10.14.6

Impacto: uma app poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do sistema

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2019-8715: um investigador anónimo

Servidor de partilha de ecrã

Disponível para: macOS Catalina 10.15

Impacto: um utilizador que partilha o respetivo ecrã poderá não conseguir terminar a partilha de ecrã

Descrição: foi resolvido um problema de lógica através da gestão melhorada do estado.

CVE-2019-8858: Saul van der Bijl da Saul's Place Counseling B.V.

Entrada adicionada a 18 de dezembro de 2019

Extensões do sistema

Disponível para: macOS Catalina 10.15

Impacto: uma app poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do sistema

Descrição: existia um problema de validação na verificação de direitos. Este problema foi resolvido com a melhoria da validação no processo de verificação de direitos.

CVE-2019-8805: Scott Knight (@sdotknight) da VMware Carbon Black TAU

UIFoundation

Disponível para: macOS Catalina 10.15

Impacto: um documento HTML malicioso poderá conseguir processar iframes com informações confidenciais de utilizadores

Descrição: existia um problema na origem cruzada de elementos do "iframe". Este problema foi resolvido através de uma melhoria no controlo das origens de segurança.

CVE-2019-8754: Renee Trisberg da SpectX

Entrada adicionada a 24 de fevereiro de 2020

UIFoundation

Disponível para: macOS Mojave 10.14.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: o processamento de um ficheiro de texto criado com intuito malicioso poderá provocar a execução de código arbitrário

Descrição: foi resolvido um problema de ultrapassagem do limite máximo do buffer através da verificação melhorada dos limites.

CVE-2019-8745: riusksk da VulWar Corp em colaboração com o programa Zero Day Initiative da Trend Micro

Entrada adicionada a 11 de fevereiro de 2020

UIFoundation

Disponível para: macOS Mojave 10.14.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: uma app poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do sistema

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2019-8831: riusksk da VulWar Corp em colaboração com o programa Zero Day Initiative da Trend Micro

Entrada adicionada a 11 de fevereiro de 2020

UIFoundation

Disponível para: macOS Mojave 10.14.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: analisar um ficheiro de texto criado com intuito malicioso poderá levar à divulgação das informações do utilizador

Descrição: este problema foi resolvido através de verificações melhoradas.

CVE-2019-8761: PaulosYibelo da Limehats, Renee Trisberg da SpectX

Entrada atualizada a 28 de julho de 2020

Wi-Fi

Disponível para: macOS Catalina 10.15

Impacto: um atacante no alcance da rede Wi-Fi poderá conseguir ver uma pequena quantidade de tráfego de rede

Descrição: existia um problema de lógica no processamento das transições de estado. Este problema foi resolvido através da gestão melhorada do estado.

CVE-2019-15126: Milos Cermak da ESET

Entrada adicionada a 11 de fevereiro de 2020

Agradecimentos adicionais

CFNetwork

Gostaríamos de agradecer a Lily Chen da Google pela sua ajuda.

Encontrar

Gostaríamos de agradecer a Amr Elseehy pela sua ajuda.

Entrada adicionada a 28 de julho de 2020

Kernel

Gostaríamos de agradecer a Brandon Azad do Google Project Zero, a Daniel Roethlisberger da Swisscom CSIRT e a Jann Horn do Google Project Zero pela sua ajuda.

Entrada atualizada a 6 de novembro de 2019

libresolv

Gostaríamos de agradecer a enh da Google pela sua ajuda.

Autenticação local

Gostaríamos de agradecer a Ryan Lopopolo pela sua ajuda.

Entrada adicionada a 11 de fevereiro de 2020

mDNSResponder

Gostaríamos de agradecer a Gregor Lang da e.solutions GmbH pela sua ajuda.

Entrada adicionada a 11 de fevereiro de 2020

Postfix

Gostaríamos de agradecer a Chris Barker da Puppet pela sua ajuda.

python

Gostaríamos de agradecer a um investigador anónimo pela sua colaboração.

VPN

Gostaríamos de agradecer a Royce Gawron da Second Son Consulting, Inc. pela sua ajuda.

As informações sobre os produtos não fabricados pela Apple ou os sites independentes não controlados ou testados pela Apple são disponibilizadas sem recomendações nem aprovação. A Apple não assume qualquer responsabilidade no que diz respeito à seleção, ao desempenho ou à utilização dos sites ou produtos de terceiros. A Apple não garante a precisão nem a fiabilidade dos sites de terceiros. Contacte o fornecedor para obter mais informações.

Data de publicação: