Acerca dos conteúdos de segurança do iOS 12.1.3

Este documento descreve os conteúdos de segurança do iOS 12.1.3.

Acerca das atualizações de segurança da Apple

Para proteção dos nossos clientes, a Apple não divulga, comenta nem confirma problemas de segurança enquanto não for efetuada uma investigação e não estiverem disponíveis as correções ou os lançamentos necessários. Os lançamentos recentes são apresentados na página Atualizações de segurança da Apple.

Sempre que possível, os documentos de segurança da Apple designam as vulnerabilidades através de ID CVE.

Para obter mais informações acerca da segurança, consulte a página Segurança dos produtos Apple.

iOS 12.1.3

Data de lançamento: 22 de janeiro de 2019

AppleKeyStore

Disponível para: iPhone 5s e posterior, iPad Air e posterior e iPod touch (6.ª geração)

Impacto: um processo na sandbox poderá ser capaz de contornar as restrições da sandbox

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através da validação melhorada.

CVE-2019-6235: Brandon Azad

Bluetooth

Disponível para: iPhone 5s e posterior, iPad Air e posterior e iPod touch (6.ª geração)

Impacto: um atacante numa posição privilegiada na rede poderá conseguir executar um código arbitrário

Descrição: foi resolvido um problema de leitura fora dos limites através da validação melhorada da entrada.

CVE-2019-6200: investigador anónimo

Core Media

Disponível para: iPhone 5s e posterior, iPad Air e posterior e iPod touch (6.ª geração)

Impacto: uma aplicação maliciosa poderá conseguir aumentar os privilégios

Descrição: foi resolvido um problema de leitura fora dos limites através da verificação melhorada dos limites.

CVE-2019-6202: Fluoroacetate em colaboração com o programa Zero Day Initiative da Trend Micro

CVE-2019-6221: Fluoroacetate em colaboração com o programa Zero Day Initiative da Trend Micro

CoreAnimation

Disponível para: iPhone 5s e posterior, iPad Air e posterior e iPod touch (6.ª geração)

Impacto: uma aplicação maliciosa poderá conseguir ler a memória restrita

Descrição: foi resolvido um problema de leitura fora dos limites através da verificação melhorada dos limites.

CVE-2019-6231: Zhuo Liang da Equipa Nirvan da Qihoo 360

CoreAnimation

Disponível para: iPhone 5s e posterior, iPad Air e posterior e iPod touch (6.ª geração)

Impacto: uma aplicação maliciosa poderá conseguir infringir a sandbox

Descrição: foi resolvido um problema de inicialização de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2019-6230: Proteas, Shrek_wzw e Zhuo Liang da Equipa Nirvan da Qihoo 360

FaceTime

Disponível para: iPhone 5s e posterior, iPad Air e posterior e iPod touch (6.ª geração)

Impacto: um atacante remoto poderá conseguir iniciar uma chamada FaceTime, causando a execução de um código arbitrário

Descrição: foi resolvido um problema de ultrapassagem do limite máximo do buffer através do processamento melhorado da memória.

CVE-2019-6224: Natalie Silvanovich do Google Project Zero

IOKit

Disponível para: iPhone 5s e posterior, iPad Air e posterior e iPod touch (6.ª geração)

Impacto: uma aplicação maliciosa poderá conseguir infringir a sandbox

Descrição: foi resolvido um problema de confusão de tipos através do processamento melhorado da memória.

CVE-2019-6214: Ian Beer do Google Project Zero

Kernel

Disponível para: iPhone 5s e posterior, iPad Air e posterior e iPod touch (6.ª geração)

Impacto: uma aplicação maliciosa poderá conseguir aumentar os privilégios

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através da validação melhorada.

CVE-2019-6225: Brandon Azad do Google Project Zero, Qixun Zhao da Equipa Vulcan da Qihoo 360

Kernel

Disponível para: iPhone 5s e posterior, iPad Air e posterior e iPod touch (6.ª geração)

Impacto: uma aplicação maliciosa poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do kernel

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através da validação melhorada da entrada.

CVE-2019-6210: Ned Williamson da Google

Kernel

Disponível para: iPhone 5s e posterior, iPad Air e posterior e iPod touch (6.ª geração)

Impacto: uma app maliciosa poderá causar alterações inesperadas na memória partilhada entre processos

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através da verificação melhorada do estado de bloqueio.

CVE-2019-6205: Ian Beer do Google Project Zero

Kernel

Disponível para: iPhone 5s e posterior, iPad Air e posterior e iPod touch (6.ª geração)

Impacto: uma aplicação poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do kernel

Descrição: foi resolvido um problema de ultrapassagem do limite máximo do buffer através da verificação melhorada dos limites.

CVE-2019-6213: Ian Beer do Google Project Zero

Kernel

Disponível para: iPhone 5s e posterior, iPad Air e posterior e iPod touch (6.ª geração)

Impacto: uma aplicação maliciosa poderá conseguir determinar o esquema de memória do kernel

Descrição: existia um problema de leitura fora dos limites que levava à divulgação da memória do kernel. Este problema foi resolvido através da validação melhorada da entrada.

CVE-2019-6209: Brandon Azar do Google Project Zero

Kernel

Disponível para: iPhone 5s e posterior, iPad Air e posterior e iPod touch (6.ª geração)

Impacto: uma app maliciosa poderá causar alterações inesperadas na memória partilhada entre processos

Descrição: foi resolvido um problema de inicialização de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2019-6208: Jann Horn do Google Project Zero

Teclado

Disponível para: iPhone 5s e posterior, iPad Air e posterior e iPod touch (6.ª geração)

Impacto: o preenchimento automático de palavras-passe poderá preencher as palavras-passe após as mesmas terem sido apagadas manualmente

Descrição: existia um problema que retomava o preenchimento automático após o mesmo ter sido cancelado.  O problema foi resolvido com a gestão melhorada do estado.

CVE-2019-6206: Sergey Pershenkov

libxpc

Disponível para: iPhone 5s e posterior, iPad Air e posterior e iPod touch (6.ª geração)

Impacto: uma aplicação maliciosa poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do kernel

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através da validação melhorada da entrada.

CVE-2019-6218: Ian Beer do Google Project Zero

Processamento em linguagem natural

Disponível para: iPhone 5s e posterior, iPad Air e posterior e iPod touch (6.ª geração)

Impacto: o processamento de uma mensagem criada com intuito malicioso poderá provocar uma recusa de serviço

Descrição: foi resolvido um problema de recusa de serviço através da validação melhorada.

CVE-2019-6219: Authier Thomas

Leitor do Safari

Disponível para: iPhone 5s e posterior, iPad Air e posterior e iPod touch (6.ª geração)

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá provocar um ataque de execução de scripts entre sites

Descrição: existia um problema de execução de scripts entre sites no Safari. Este problema foi resolvido através da validação melhorada de URL.

CVE-2019-6228: Ryan Pickren (ryanpickren.com)

SQLite

Disponível para: iPhone 5s e posterior, iPad Air e posterior e iPod touch (6.ª geração)

Impacto: uma consulta SQL criada com intuito malicioso poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: foram resolvidos vários problemas de corrupção de memória através da validação melhorada da entrada.

CVE-2018-20346: Tencent Blade Team

CVE-2018-20505: Tencent Blade Team

CVE-2018-20506: Tencent Blade Team

WebKit

Disponível para: iPhone 5s e posterior, iPad Air e posterior e iPod touch (6.ª geração)

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2019-6227: Qixun Zhao da Equipa Vulcan da Qihoo 360

CVE-2019-6233: G. Geshev da MWR Labs em colaboração com o programa Zero Day Initiative da Trend Micro

CVE-2019-6234: G. Geshev da MWR Labs em colaboração com o programa Zero Day Initiative da Trend Micro

WebKit

Disponível para: iPhone 5s e posterior, iPad Air e posterior e iPod touch (6.ª geração)

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá provocar uma execução universal de scripts entre sites

Descrição: foi resolvido um problema de lógica através da validação melhorada.

CVE-2019-6229: Ryan Pickren (ryanpickren.com)

WebKit

Disponível para: iPhone 5s e posterior, iPad Air e posterior e iPod touch (6.ª geração)

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: foi resolvido um problema de confusão de tipos através do processamento melhorado da memória.

CVE-2019-6215: Lokihardt do Google Project Zero

WebKit

Disponível para: iPhone 5s e posterior, iPad Air e posterior e iPod touch (6.ª geração)

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: foram resolvidos vários problemas de corrupção de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2019-6212: Mike Zhang da equipa The Pangu, Wen Xu do SSLab no Georgia Tech

CVE-2019-6216: Fluoroacetate em colaboração com o programa Zero Day Initiative da Trend Micro

CVE-2019-6217: Fluoroacetate em colaboração com o programa Zero Day Initiative da Trend Micro, Proteas, Shrek_wzw e Zhuo Liang da Equipa Nirvan da Qihoo 360

CVE-2019-6226: Apple

Entrada atualizada a 15 de fevereiro de 2019

WebKit

Disponível para: iPhone 5s e posterior, iPad Air e posterior e iPod touch (6.ª geração)

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá divulgar informações confidenciais do utilizador

Descrição: foi resolvido um problema de lógica através da gestão melhorada do estado.

CVE-2019-8570: James Lee (@Windowsrcer) de S2SWWW.com

Entrada adicionada a 3 de abril de 2019 e atualizada a 11 de setembro de 2019

WebRTC

Disponível para: iPhone 5s e posterior, iPad Air e posterior e iPod touch (6.ª geração)

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através da gestão melhorada do estado.

CVE-2019-6211: Georgi Geshev (@munmap), Fabi Beterke (@pwnfl4k3s) e Rob Miller (@trotmaster99) da MWR Labs (@mwrlabs) em colaboração com o programa Zero Day Initiative da Trend Micro

Agradecimentos adicionais

mDNSResponder

Gostaríamos de agradecer a Fatemah Alharbi da Universidade da Califórnia, Riverside (UCR) e Taibah University (TU), a Feng Qian da Universidade de Minnesota – Twin City, a Jie Chang da LinkSure Network, a Nael Abu-Ghazaleh da Universidade da Califórnia, Riverside (UCR), a Yuchen Zhou da Northeastern University e a Zhiyun Qian da Universidade da Califórnia, Riverside (UCR) pela sua colaboração.

Entrada atualizada a 15 de fevereiro de 2019

Leitor do Safari

Gostaríamos de agradecer a Ryan Pickren (ryanpickren.com) pela sua colaboração.

WebKit

Gostaríamos de agradecer a James Lee (@Windowsrcer) da Kryptos Logic pela sua colaboração.

Entrada atualizada a 15 de fevereiro de 2019

 

As informações sobre os produtos não fabricados pela Apple ou os sites independentes não controlados ou testados pela Apple são disponibilizadas sem recomendações nem aprovação. A Apple não assume qualquer responsabilidade no que diz respeito à seleção, ao desempenho ou à utilização dos sites ou produtos de terceiros. A Apple não garante a precisão nem a fiabilidade dos sites de terceiros. Existem riscos inerentes à utilização da Internet. Contacte o fornecedor para obter informações adicionais. Outros nomes de empresas e de produtos podem ser marcas comerciais dos respetivos proprietários.

Data de publicação: