Acerca dos conteúdos de segurança do macOS Mojave 10.14.2, da Atualização de segurança 2018-003 High Sierra e da Atualização de segurança 2018-006 Sierra

Este documento descreve os conteúdos de segurança do macOS Mojave 10.14.2, da Atualização de segurança 2018-003 High Sierra e da Atualização de segurança 2018-006 Sierra.

Acerca das atualizações de segurança da Apple

Para proteção dos nossos clientes, a Apple não divulga, comenta nem confirma problemas de segurança enquanto não for efetuada uma investigação e não estiverem disponíveis as correções ou os lançamentos necessários. Os lançamentos recentes são apresentados na página Atualizações de segurança da Apple.

Para obter mais informações acerca da segurança, consulte a página Segurança dos produtos Apple. Pode cifrar comunicações com a Apple através da Chave PGP de segurança dos produtos Apple.

Sempre que possível, os documentos de segurança da Apple designam as vulnerabilidades através de ID CVE.

macOS Mojave 10.14.2, Atualização de segurança 2018-003 High Sierra e Atualização de segurança 2018-006 Sierra

Data de lançamento: 5 de dezembro de 2018

AirPort

Disponível para: macOS Mojave 10.14.1

Impacto: uma aplicação maliciosa poderá conseguir aumentar os privilégios

Descrição: foi resolvido um problema de confusão de tipos através do processamento melhorado da memória.

CVE-2018-4303: Mohamed Ghannam (@_simo36)

Entrada atualizada a 21 de dezembro de 2018

AMD

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6, macOS Mojave 10.14.1 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: uma app poderá conseguir ler a memória restrita

Descrição: foi resolvido um problema de validação através da limpeza melhorada da entrada.

CVE-2018-4462: cocoahuke, Lilang Wu e Moony Li da equipa Mobile Security Research Team da TrendMicro em colaboração com o programa Zero Day Initiative da Trend Micro

Entrada atualizada a 21 de dezembro de 2018

Carbon Core

Disponível para: macOS Mojave 10.14.1

Impacto: uma app poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do sistema

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2018-4463: Maksymilian Arciemowicz (cxsecurity.com)

Imagens de disco

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6, macOS High Sierra 10.13.6, macOS Mojave 10.14.1

Impacto: uma app poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do kernel

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2018-4465: Pangu Team

Hipervisor

Disponível para: macOS Mojave 10.14.1

Impacto: uma aplicação maliciosa poderá conseguir aumentar os privilégios

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através da gestão melhorada do estado.

CVE-2018-4467: Martim Carbone, David Vernet, Sam Scalise e Fred Jacobs do Virtual Machine Monitor Group da VMware, Inc.

Entrada adicionada a 22 de janeiro de 2019

Intel Graphics Driver

Disponível para: macOS Mojave 10.14.1

Impacto: uma aplicação maliciosa poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do sistema

Descrição: foi resolvido um problema de consumo de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2018-4452: Liu Long da Vulcan Team da Qihoo 360

Entrada adicionada a 22 de janeiro de 2019

Intel Graphics Driver

Disponível para: macOS Mojave 10.14.1

Impacto: um utilizador local poderá conseguir provocar o encerramento inesperado do sistema ou ler a memória do kernel

Descrição: foi resolvido um problema de leitura fora dos limites através da validação melhorada da entrada.

CVE-2018-4434: Zhuo Liang da Nirvan Team da Qihoo 360

Intel Graphics Driver

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6

Impacto: uma app poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do sistema

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2018-4456: Tyler Bohan da Cisco Talos

Entrada adicionada a 21 de dezembro de 2018 e atualizada a 22 de janeiro de 2019

Intel Graphics Driver

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: uma app poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do kernel

Descrição: foi resolvido um problema de inicialização de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2018-4421: Tyler Bohan da Cisco Talos

Entrada adicionada a 21 de dezembro de 2018

IOHIDFamily

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: uma app poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do kernel

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2018-4427: Pangu Team

Kernel

Disponível para: macOS Mojave 10.14.1

Impacto: um atacante com uma posição privilegiada poderá conseguir provocar um ataque de recusa de serviço

Descrição: foi resolvido um problema de recusa de serviço através da remoção do código vulnerável.

CVE-2018-4460: Kevin Backhouse da equipa Security Research Team da Semmle

Kernel

Disponível para: macOS High Sierra 10.13.6, macOS Mojave 10.14.1

Impacto: um utilizador local poderá conseguir ler a memória do kernel

Descrição: foi resolvido um problema de inicialização de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2018-4431: um investigador de segurança independente comunicou esta vulnerabilidade ao programa SecuriTeam Secure Disclosure da Beyond Security

Kernel

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6, macOS Mojave 10.14.1 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: uma app poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do kernel

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através da gestão melhorada do estado.

CVE-2018-4447: Juwei Lin(@panicaII) e Zhengyu Dong da equipa Mobile Security Team da TrendMicro em colaboração com o programa Zero Day Initiative da Trend Micro

Entrada atualizada a 18 de dezembro de 2018

Kernel

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6, macOS Mojave 10.14.1 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: uma aplicação maliciosa poderá conseguir aumentar os privilégios

Descrição: foi resolvido um problema de lógica através de restrições melhoradas.

CVE-2018-4435: Jann Horn do Google Project Zero, Juwei Lin(@panicaII) e Junzhi Lu da equipa Mobile Security Team da TrendMicro em colaboração com o programa Zero Day Initiative da Trend Micro

Entrada atualizada a 18 de dezembro de 2018

Kernel

Disponível para: macOS Mojave 10.14.1

Impacto: uma app poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do kernel

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através da validação melhorada da entrada.

CVE-2018-4461: Ian Beer do Google Project Zero

WindowServer

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6, macOS High Sierra 10.13.6, macOS Mojave 10.14.1

Impacto: uma app poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do sistema

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2018-4449: Hanqing Zhao, Yufeng Ruan e Kun Yang do Chaitin Security Research Lab

CVE-2018-4450: Hanqing Zhao, Yufeng Ruan e Kun Yang do Chaitin Security Research Lab

Agradecimentos adicionais

LibreSSL

Gostaríamos de agradecer a Keegan Ryan do NCC Group pela sua ajuda.

NetAuth

Gostaríamos de agradecer a Vladimir Ivanov da Digital Security pela sua ajuda.

SCEP (Simple certificate enrollment protocol)

Gostaríamos de agradecer a Tim Cappalli da Aruba e a Hewlett Packard Enterprise Company pela sua ajuda.

Time Machine

Gostaríamos de agradecer a Matthew Thomas da Verisign pela sua ajuda.

Entrada adicionada a 22 de janeiro de 2019

As informações sobre os produtos não fabricados pela Apple ou os sites independentes não controlados ou testados pela Apple são disponibilizadas sem recomendações nem aprovação. A Apple não assume qualquer responsabilidade no que diz respeito à seleção, ao desempenho ou à utilização dos sites ou produtos de terceiros. A Apple não garante a precisão nem a fiabilidade dos sites de terceiros. Existem riscos inerentes à utilização da Internet. Contacte o fornecedor para obter informações adicionais. Outros nomes de empresas e de produtos podem ser marcas comerciais dos respetivos proprietários.

Data de publicação: