Acerca dos conteúdos de segurança do iOS 10.3

Este documento descreve os conteúdos de segurança do iOS 10.3.

Acerca das atualizações de segurança da Apple

Para proteção dos nossos clientes, a Apple não divulga, comenta nem confirma problemas de segurança enquanto não for efetuada uma investigação e não estiverem disponíveis as correções ou os lançamentos necessários. Os lançamentos recentes são apresentados na página Atualizações de segurança da Apple.

Para obter mais informações acerca da segurança, consulte a página Segurança dos produtos Apple. Pode cifrar comunicações com a Apple através da Chave PGP de segurança dos produtos Apple.

Sempre que possível, os documentos de segurança da Apple designam as vulnerabilidades através de ID CVE.

iOS 10.3

Data de lançamento: 27 de março de 2017

Contas

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: um utilizador poderá conseguir ver um ID Apple a partir do ecrã bloqueado

Descrição: foi resolvido um problema de gestão de pedidos através da remoção dos pedidos de autenticação do iCloud a partir do ecrã bloqueado.

CVE-2017-2397: Suprovici Vadim da equipa UniApps, um investigador anónimo

Áudio

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de um ficheiro de áudio criado com intuito malicioso poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através da validação melhorada da entrada.

CVE-2017-2430: um investigador anónimo em colaboração com o programa Zero Day Initiative da Trend Micro

CVE-2017-2462: um investigador anónimo em colaboração com o programa Zero Day Initiative da Trend Micro

Carbon

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de um ficheiro .dfont criado com intuito malicioso poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: existia um problema de ultrapassagem do limite máximo do buffer no processamento de ficheiros de tipo de letra. Este problema foi resolvido através da verificação melhorada dos limites.

CVE-2017-2379: John Villamil, Doyensec, riusksk (泉哥) do Departamento da plataforma de segurança da Tencent

CoreGraphics

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de uma imagem criada com intuito malicioso poderá provocar uma recusa de serviço

Descrição: foi resolvido um problema de recursão infinita através da gestão melhorada do estado.

CVE-2017-2417: riusksk (泉哥) do Departamento da plataforma de segurança da Tencent

CoreGraphics

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: foram resolvidos vários problemas de corrupção de memória através da validação melhorada da entrada.

CVE-2017-2444: Mei Wang da 360 GearTeam

CoreText

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de um ficheiro de tipo de letra criado com intuito malicioso poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através da validação melhorada da entrada.

CVE-2017-2435: John Villamil, Doyensec

CoreText

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de um tipo de letra criado com intuito malicioso poderá provocar a divulgação da memória de processamento

Descrição: foi resolvido um problema de leitura fora dos limites através da validação melhorada da entrada.

CVE-2017-2450: John Villamil, Doyensec

CoreText

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de uma mensagem de texto criada com intuito malicioso poderá provocar uma recusa de serviço da aplicação

Descrição: foi resolvido um problema de esgotamento de recursos através da validação melhorada da entrada.

CVE-2017-2461: Isaac Archambault da IDAoADI, um investigador anónimo

DataAccess

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: configurar uma conta do Exchange com um endereço de e-mail incorretamente digitado poderá estabelecer ligação a um servidor inesperado

Descrição: existia um problema de validação da entrada no processamento de endereços de e-mail do Exchange. Este problema foi resolvido através da validação melhorada da entrada.

CVE-2017-2414: Ilya Nesterov e Maxim Goncharov

FontParser

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de um ficheiro de tipo de letra criado com intuito malicioso poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: foram resolvidos vários problemas de corrupção de memória através da validação melhorada da entrada.

CVE-2017-2487: riusksk (泉哥) do Departamento da plataforma de segurança da Tencent

CVE-2017-2406: riusksk (泉哥) do Departamento da plataforma de segurança da Tencent

FontParser

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: analisar um ficheiro de tipo de letra criado com intuito malicioso poderá provocar o encerramento inesperado da aplicação ou a execução de um código arbitrário

Descrição: foram resolvidos vários problemas de corrupção de memória através da validação melhorada da entrada.

CVE-2017-2407: riusksk (泉哥) do Departamento da plataforma de segurança da Tencent

FontParser

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de um tipo de letra criado com intuito malicioso poderá provocar a divulgação da memória de processamento

Descrição: foi resolvido um problema de leitura fora dos limites através da validação melhorada da entrada.

CVE-2017-2439: John Villamil, Doyensec

HomeKit

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o Controlo da casa poderá aparecer inesperadamente na Central de controlo

Descrição: existia um problema de estado no processamento do Controlo da casa. Este problema foi resolvido através da validação melhorada.

CVE-2017-2434: Suyash Narain da Índia

HTTPProtocol

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: um servidor HTTP/2 malicioso poderá conseguir provocar um comportamento indefinido

Descrição: existiam vários problemas em versões do nghttp2 anteriores à 1.17.0. Estes problemas foram resolvidos através da atualização do nghttp2 para a versão 1.17.0.

CVE-2017-2428

Entrada atualizada a 28 de março de 2017

ImageIO

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de uma imagem criada com intuito malicioso poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através da validação melhorada da entrada.

CVE-2017-2416: Qidan He (何淇丹, @flanker_hqd) do KeenLab, Tencent

ImageIO

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: a visualização de um ficheiro JPEG criado com intuito malicioso poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através da validação melhorada da entrada.

CVE-2017-2432: um investigador anónimo em colaboração com o programa Zero Day Initiative da Trend Micro

ImageIO

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de um ficheiro criado com intuito malicioso poderá provocar o encerramento inesperado da aplicação ou a execução de um código arbitrário

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através da validação melhorada da entrada.

CVE-2017-2467

ImageIO

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de uma imagem criada com intuito malicioso poderá provocar o encerramento inesperado da aplicação

Descrição: existia um problema de leitura fora dos limites em versões do LibTIFF anteriores à 4.0.7. Este problema foi resolvido através da atualização do LibTIFF no ImageIO para a versão 4.0.7.

CVE-2016-3619

iTunes Store

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: um atacante com uma posição privilegiada na rede poderá conseguir manipular o tráfego de rede do iTunes

Descrição: foram enviados pedidos, em formato cleartext, para serviços web do ambiente Sandbox do iTunes. Este problema foi resolvido através da ativação de HTTPS.

CVE-2017-2412: Richard Shupak (linkedin.com/in/rshupak)

JavaScriptCore

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: foi resolvido um problema do tipo "use after free" (utilização após libertação de memória) através da gestão melhorada da memória.

CVE-2017-2491: Apple

Entrada adicionada a 2 de maio de 2017

JavaScriptCore

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de uma página web criada com intuito malicioso poderá provocar uma execução universal de scripts entre sites

Descrição: foi resolvido um problema de protótipo através da lógica melhorada.

CVE-2017-2492: lokihardt do Google Project Zero

Entrada atualizada a 24 de abril de 2017

Kernel

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: uma aplicação poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do kernel

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através da validação melhorada da entrada.

CVE-2017-2398: Lufeng Li da Equipa Vulcan da Qihoo 360

CVE-2017-2401: Lufeng Li da Equipa Vulcan da Qihoo 360

Kernel

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: uma aplicação poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do kernel

Descrição: foi resolvido um problema de ultrapassagem do limite máximo de números inteiros através da validação melhorada da entrada.

CVE-2017-2440: um investigador anónimo

Kernel

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: uma aplicação maliciosa poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios de raiz

Descrição: foi resolvida uma condição de disputa através do processamento melhorado da memória.

CVE-2017-2456: lokihardt do Google Project Zero

Kernel

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: uma aplicação poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do kernel

Descrição: foi resolvido um problema do tipo "use after free" (utilização após libertação de memória) através da gestão melhorada da memória.

CVE-2017-2472: Ian Beer do Google Project Zero

Kernel

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: uma aplicação maliciosa poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do kernel

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através da validação melhorada da entrada.

CVE-2017-2473: Ian Beer do Google Project Zero

Kernel

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: uma aplicação poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do kernel

Descrição: foi resolvido um problema de off-by-one através da verificação melhorada dos limites.

CVE-2017-2474: Ian Beer do Google Project Zero

Kernel

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: uma aplicação poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do kernel

Descrição: foi resolvida uma condição de disputa através do bloqueio melhorado.

CVE-2017-2478: Ian Beer do Google Project Zero

Kernel

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: uma aplicação poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios do kernel

Descrição: foi resolvido um problema de ultrapassagem do limite máximo do buffer através do processamento melhorado da memória.

CVE-2017-2482: Ian Beer do Google Project Zero

CVE-2017-2483: Ian Beer do Google Project Zero

Kernel

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: uma aplicação poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios elevados

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2017-2490: Ian Beer do Google Project Zero, Centro Nacional de Cibersegurança do Reino Unido (NCSC)

Entrada adicionada a 31 de março de 2017

Teclados

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: uma aplicação poderá conseguir executar um código arbitrário

Descrição: foi resolvido um problema de ultrapassagem do limite máximo do buffer através da verificação melhorada dos limites.

CVE-2017-2458: Shashank (@cyberboyIndia)

Porta-chaves

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: um atacante capaz de intercetar ligações TLS poderá conseguir ler segredos protegidos pelo Porta-chaves iCloud.

Descrição: em determinadas circunstâncias, o Porta-chaves iCloud não validava a autenticidade dos pacotes OTR. Este problema foi resolvido através da validação melhorada.

CVE-2017-2448: Alex Radocea da Longterm Security, Inc.

Entrada atualizada a 30 de março de 2017

libarchive

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: um atacante local poderá conseguir modificar as permissões do sistema de ficheiros em diretórios arbitrários

Descrição: existia um problema de validação no processamento de ligações simbólicas. Este problema foi resolvido através da validação melhorada de ligações simbólicas.

CVE-2017-2390: Omer Medan da enSilo Ltd

libc++abi

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: descodificar (demangling) uma aplicação C++ maliciosa poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: foi resolvido um problema do tipo "use after free" (utilização após libertação de memória) através da gestão melhorada da memória.

CVE-2017-2441

libxslt

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: várias vulnerabilidades no libxslt

Descrição: foram resolvidos vários problemas de corrupção de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2017-5029: Holger Fuhrmannek

Entrada adicionada a 28 de março de 2017

Área de colagem

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: uma pessoa com acesso físico a um dispositivo iOS poderá ler a área de colagem

Descrição: a área de colagem estava cifrada com uma chave protegida apenas pelo UID do hardware. Este problema foi resolvido através da cifragem da área de colagem com uma chave protegida pelo UID do hardware e pelo código do utilizador.

CVE-2017-2399

Telefone

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: uma app de terceiros pode iniciar uma chamada sem a interação do utilizador

Descrição: existia um problema no iOS que permitia efetuar chamadas sem aviso.  Este problema foi resolvido ao pedir ao utilizador para confirmar o início da chamada.

CVE-2017-2484

Perfis

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: um atacante poderá conseguir explorar fragilidades no algoritmo criptográfico DES

Descrição: foi adicionado suporte para o algoritmo criptográfico 3DES ao cliente SCEP e o DES foi preterido.

CVE-2017-2380: um investigador anónimo

Vista Rápida

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: tocar numa ligação tel num documento PDF pode iniciar uma chamada sem alertar o utilizador

Descrição: existia um problema na verificação do URL tel antes de iniciar chamadas. Este problema foi resolvido através da adição de um pedido de confirmação.

CVE-2017-2404: Tuan Anh Ngo (Melbourne, Austrália), Christoph Nehring

Safari

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: aceder a um site malicioso poderá provocar a falsificação dos conteúdos na barra de endereço

Descrição: foi resolvido um problema de gestão do estado através da desativação da introdução de texto até que a página de destino carregue.

CVE-2017-2376: um investigador anónimo, Michal Zalewski da Google Inc, Muneaki Nishimura (nishimunea) da Recruit Technologies Co., Ltd., Chris Hlady da Google Inc, um investigador anónimo, Yuyang Zhou do Departamento da plataforma de segurança da Tencent (security.tencent.com)

Safari

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: um utilizador local poderá conseguir descobrir sites que um utilizador visitou na Navegação privada

Descrição: existia um problema na eliminação do SQLite. Este problema foi resolvido através de uma melhoria na limpeza do SQLite.

CVE-2017-2384

Safari

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá apresentar fichas de autenticação em sites arbitrários

Descrição: existia um problema de falsificação e recusa de serviço no processamento da autenticação HTTP. Este problema foi resolvido ao tornar as fichas de autenticação HTTP não modais.

CVE-2017-2389: ShenYeYinJiu do Tencent Security Response Center, TSRC

Safari

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: aceder a um site malicioso ao clicar numa ligação poderá provocar a falsificação da interface do utilizador

Descrição: existia um problema de falsificação no processamento de pedidos do FaceTime. Este problema foi resolvido através da validação melhorada da entrada.

CVE-2017-2453: xisigr do Xuanwu Lab da Tencent (tencent.com)

Leitor do Safari

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: ativar a funcionalidade Leitor do Safari numa página web criada com intuito malicioso poderá provocar uma execução universal de scripts entre sites

Descrição: foram resolvidos vários problemas de validação através da limpeza melhorada da entrada.

CVE-2017-2393: Erling Ellingsen

SafariViewController

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o estado da cache não é corretamente sincronizado entre o Safari e o SafariViewController quando o utilizador limpa a cache do Safari

Descrição: existia um problema na limpeza de informação da cache do Safari a partir do SafariViewController.  Este problema foi resolvido através do processamento melhorado do estado da cache.

CVE-2017-2400: Abhinav Bansal da Zscaler, Inc.

Perfis do ambiente Sandbox

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior e iPod touch (6.ª geração)

Impacto: uma aplicação maliciosa poderá conseguir aceder ao registo de utilizador do iCloud de um utilizador com sessão iniciada

Descrição: foi resolvido um problema de acesso através de restrições adicionais do ambiente Sandbox em aplicações de terceiros.

CVE-2017-6976: George Dan (@theninjaprawn)

Entrada adicionada a 1 de agosto de 2017

Segurança

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: a validação de assinaturas vazias com SecKeyRawVerify() poderá resultar inesperadamente

Descrição: existia um problema de validação com chamadas API criptográficas. Este problema foi resolvido através da validação melhorada de parâmetros.

CVE-2017-2423: um investigador anónimo

Segurança

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: uma aplicação poderá conseguir executar um código arbitrário com privilégios de raiz

Descrição: foi resolvido um problema de ultrapassagem do limite máximo do buffer através da verificação melhorada dos limites.

CVE-2017-2451: Alex Radocea da Longterm Security, Inc.

Segurança

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de um certificado x509 criado com intuito malicioso poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: existia um problema de corrupção de memória na análise de certificados. Este problema foi resolvido através da validação melhorada da entrada.

CVE-2017-2485: Aleksandar Nikolic da Cisco Talos

Siri

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o Siri poderá revelar conteúdos de mensagens de texto com o dispositivo bloqueado

Descrição: foi resolvido um problema de bloqueio insuficiente através da gestão melhorada do estado.

CVE-2017-2452: Hunter Byrnes

WebKit

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: arrastar e largar uma ligação criada com intuito malicioso poderá provocar a falsificação de marcadores ou a execução de um código arbitrário

Descrição: existia um problema de validação na criação de marcadores. Este problema foi resolvido através da validação melhorada da entrada.

CVE-2017-2378: xisigr do Xuanwu Lab da Tencent (tencent.com)

WebKit

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: aceder a um site malicioso poderá provocar a falsificação dos conteúdos na barra de endereço

Descrição: foi resolvido um problema de inconsistência da interface de utilizador através da gestão melhorada do estado.

CVE-2017-2486: redrain da light4freedom

WebKit

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá exfiltrar dados de origens cruzadas

Descrição: foi resolvido um problema de acesso ao protótipo através do processamento melhorado da exceção.

CVE-2017-2386: André Bargull

WebKit

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: foram resolvidos vários problemas de corrupção de memória através da validação melhorada da entrada.

CVE-2017-2394: Apple

CVE-2017-2396: Apple

CVE-2016-9642: Gustavo Grieco

WebKit

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: foram resolvidos vários problemas de corrupção de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2017-2395: Apple

CVE-2017-2454: Ivan Fratric do Google Project Zero, Zheng Huang do Baidu Security Lab em colaboração com o programa Zero Day Initiative da Trend Micro

CVE-2017-2455: Ivan Fratric do Google Project Zero

CVE-2017-2457: lokihardt do Google Project Zero

CVE-2017-2459: Ivan Fratric do Google Project Zero

CVE-2017-2460: Ivan Fratric do Google Project Zero

CVE-2017-2464: Jeonghoon Shin, Natalie Silvanovich do Google Project Zero

CVE-2017-2465: Zheng Huang e Wei Yuan do Baidu Security Lab

CVE-2017-2466: Ivan Fratric do Google Project Zero

CVE-2017-2468: lokihardt do Google Project Zero

CVE-2017-2469: lokihardt do Google Project Zero

CVE-2017-2470: lokihardt do Google Project Zero

CVE-2017-2476: Ivan Fratric do Google Project Zero

CVE-2017-2481: 0011 em colaboração com o programa Zero Day Initiative da Trend Micro

Entrada atualizada a 20 de junho de 2017

WebKit

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: foi resolvido um problema de confusão de tipos através do processamento melhorado da memória.

CVE-2017-2415: Kai Kang do Xuanwu Lab da Tencent (tencent.com)

WebKit

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá provocar a não execução inesperada da política de segurança de conteúdos

Descrição: existia um problema de acesso na política de segurança de conteúdos.  Este problema foi resolvido através de uma melhoria nas restrições de acesso.

CVE-2017-2419: Nicolai Grødum da Cisco Systems

WebKit

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá provocar o consumo elevado de memória

Descrição: foi resolvido um problema de consumo de recursos sem controlo através do processamento melhorado do regex.

CVE-2016-9643: Gustavo Grieco

WebKit

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá provocar a divulgação da memória de processamento

Descrição: existia um problema de divulgação de informações no processamento de shaders OpenGL. Este problema foi resolvido através da gestão melhorada da memória.

CVE-2017-2424: Paul Thomson (utilizando a ferramenta GLFuzz) do Multicore Programming Group, Imperial College London

WebKit

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através da validação melhorada da entrada.

CVE-2017-2433: Apple

WebKit

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá exfiltrar dados de origens cruzadas

Descrição: existiam vários problemas de validação no processamento do carregamento de páginas. Este problema foi resolvido através da lógica melhorada.

CVE-2017-2364: lokihardt do Google Project Zero

WebKit

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: um site malicioso poderá exfiltrar dados de origens cruzadas

Descrição: existia um problema de validação no processamento do carregamento de páginas. Este problema foi resolvido através da lógica melhorada.

CVE-2017-2367: lokihardt do Google Project Zero

WebKit

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá provocar uma execução universal de scripts entre sites

Descrição: existia um problema de lógica no processamento de objetos da frame. Este problema foi resolvido através da gestão melhorada do estado.

CVE-2017-2445: lokihardt do Google Project Zero

WebKit

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: existia um problema de lógica no processamento de funções do modo restrito. Este problema foi resolvido através da gestão melhorada do estado.

CVE-2017-2446: Natalie Silvanovich do Google Project Zero

WebKit

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: aceder a um site criado com intuito malicioso poderá comprometer as informações de utilizadores

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2017-2447: Natalie Silvanovich do Google Project Zero

WebKit

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: foram resolvidos vários problemas de corrupção de memória através do processamento melhorado da memória.

CVE-2017-2463: Kai Kang (4B5F5F4B) do Xuanwu Lab da Tencent (tencent.com) em colaboração com o programa Zero Day Initiative da Trend Micro

Entrada adicionada a 28 de março de 2017

WebKit

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: foi resolvido um problema do tipo "use after free" (utilização após libertação de memória) através da gestão melhorada da memória.

CVE-2017-2471: Ivan Fratric do Google Project Zero

WebKit

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá provocar uma execução universal de scripts entre sites

Descrição: existia um problema de lógica no processamento de frames. Este problema foi resolvido através da gestão melhorada do estado.

CVE-2017-2475: lokihardt do Google Project Zero

WebKit

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá exfiltrar dados de origens cruzadas

Descrição: existia um problema de validação no processamento de elementos. Este problema foi resolvido através da validação melhorada.

CVE-2017-2479: lokihardt do Google Project Zero

Entrada adicionada a 28 de março de 2017

WebKit

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá exfiltrar dados de origens cruzadas

Descrição: existia um problema de validação no processamento de elementos. Este problema foi resolvido através da validação melhorada.

CVE-2017-2480: lokihardt do Google Project Zero

CVE-2017-2493: lokihardt do Google Project Zero

Entrada atualizada a 24 de abril de 2017

Enlaces de JavaScript do WebKit

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá exfiltrar dados de origens cruzadas

Descrição: existiam vários problemas de validação no processamento do carregamento de páginas. Este problema foi resolvido através da lógica melhorada.

CVE-2017-2442: lokihardt do Google Project Zero

Inspetor web do WebKit

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: fechar uma janela em pausa no depurador poderá provocar o encerramento inesperado da aplicação

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através da validação melhorada da entrada.

CVE-2017-2377: Vicki Pfau

Inspetor web do WebKit

Disponível para: iPhone 5 e posterior, iPad (4.ª geração) e posterior, iPod touch (6.ª geração) e posterior

Impacto: o processamento de conteúdos web criados com intuito malicioso poderá provocar a execução de um código arbitrário

Descrição: foi resolvido um problema de corrupção de memória através da validação melhorada da entrada.

CVE-2017-2405: Apple

Agradecimentos adicionais

XNU

Gostaríamos de agradecer a Lufeng Li da Equipa Vulcan da Qihoo 360 pela sua ajuda.

WebKit

Gostaríamos de agradecer a Yosuke HASEGAWA da Secure Sky Technology Inc. pela sua ajuda.

Safari

Gostaríamos de agradecer à Flyin9 (ZhenHui Lee) pela sua ajuda.

Definições

Gostaríamos de agradecer a Adi Sharabani e a Yair Amit da Skycure pela sua ajuda.

As informações sobre os produtos não fabricados pela Apple ou os sites independentes não controlados ou testados pela Apple são disponibilizadas sem recomendações nem aprovação. A Apple não assume qualquer responsabilidade no que diz respeito à seleção, ao desempenho ou à utilização dos sites ou produtos de terceiros. A Apple não garante a precisão nem a fiabilidade dos sites de terceiros. Existem riscos inerentes à utilização da Internet. Contacte o fornecedor para obter informações adicionais. Outros nomes de empresas e de produtos podem ser marcas comerciais dos respetivos proprietários.

Data de publicação: