Se o Mac reiniciar espontaneamente ou apresentar uma mensagem a indicar que reiniciou ou foi desligado devido a um problema

Em casos raros, o Mac poderá reiniciar espontaneamente, deixar de responder, desligar, apresentar uma mensagem a indicar que o computador reiniciou devido a um problema ou uma mensagem a indicar que o computador foi desligado devido a um problema.

Acerca dos reinícios inesperados

Em casos raros, o Mac poderá encontrar um problema irreversível que afeta todas as apps abertas. Quando tal acontece, o Mac tem de ser reiniciado. Por vezes, deve-se ao chamado pânico do kernel, porque uma parte subjacente do sistema operativo (o kernel) determinou a existência de um problema que requer o reinício.

Se o seu computador sofrer um pânico do kernel, poderá surgir uma mensagem durante alguns segundos a explicar que o computador foi reiniciado: "O computador foi reiniciado devido a um problema. Prima uma tecla ou aguarde alguns segundos para continuar o arranque." Depois de alguns segundos, o computador continua o arranque. 

Prevenir reinícios inesperados

Na maioria dos casos, os pânicos do kernel não são provocados por um problema do próprio Mac. São geralmente causados por software instalado ou devido a um problema com o hardware a ele ligado. 

Para ajudá-lo a evitar os pânicos do kernel, instale todas as atualizações de software disponíveis até a Atualização de software indicar que "O software está atualizado". As atualizações do OS X ajudam o Mac a resolver o tipo de problemas que causa pânicos do kernel, tais como pacotes de rede mal concebidos ou problemas com software de terceiros. Na maioria das situações de pânico do kernel, será suficiente atualizar o software.

Depois de o computador reiniciar

Assim que o Mac é reiniciado com sucesso, é apresentada a mensagem de aviso "O computador foi desligado porque ocorreu um problema."


Clique em Abrir para voltar a abrir as apps que estavam ativas antes de reiniciar. Se acreditar que o problema poderá ter sido causado por uma das apps em utilização, clique em Cancelar. Se não clicar em nada durante 60 segundos, o OS X continua automaticamente como se tivesse clicado em Abrir.

Nota: se o computador não conseguir recuperar do problema, poderá reiniciar repetidamente e, em seguida, desligar-se. Caso tal aconteça, ou caso veja a mensagem "O computador foi reiniciado devido a um problema" várias vezes, consulte a secção Informações adicionais deste artigo.

Reportar o problema à Apple

Depois de iniciar sessão, o OS X avisa-o de que "O computador foi reiniciado devido a um problema."

Clique em "Relatório…" se pretender ver mais detalhes relacionados com o problema. Também pode enviar estes detalhes à Apple. Enviar estes relatórios ajuda a Apple a investigar os tipos de problemas que causam os pânicos. Ver este relatório poderá também ajudar a identificar o que causou o problema. 

Nota: se encontrar o termo "machine check" no campo "Detalhes sobre o problema e configuração do sistema" deste relatório, poderá ser uma indicação de que o problema esteve relacionado com o hardware. Para obter ajuda, consulte a secção Informações adicionais neste artigo.

Clique em OK para enviar o relatório à Apple ou feche a janela para ignorar o relatório. Se o problema não voltar a aparecer durante as próximas semanas, o problema deverá ter sido resolvido.

Software conhecido por causar pânicos do kernel

O OS X Mavericks ajuda-o a corrigir pânicos do kernel relacionados com software que possa ter instalado. Se a causa do pânico do kernel for conhecida, o Mavericks ajuda-o a desativar o software relacionado:

  • Caso apareça a opção "Informação adicional…", clique na mesma para ver mais detalhes sobre o problema, incluindo possíveis alternativas ou soluções.
  • Selecionar a opção "Ignorar" não altera o software que possa estar relacionado com o problema.
  • A opção "Mover para o Lixo" move o software que possa estar relacionado com o problema para o Lixo, mas o Lixo não é automaticamente esvaziado. Ao selecionar esta opção, surge uma folha adicional:

  1. Clique em "Reiniciar" para desativar o software que possa ser responsável pelo problema.
  2. Quando lhe for solicitado, introduza um nome e a palavra-passe de administrador.
  3. Clique em "Mover para o Lixo".
  4. Depois de reiniciar, o software relacionado estará no Lixo.
    Clique no ícone do Lixo na Dock para ver qual foi o software removido. 
    Contacte o programador do software para ver se está disponível uma atualização ou mais informações.
  5. Esvazie o Lixo se pretender remover permanentemente o software de terceiros.

Informações adicionais

Leia as informações seguintes para saber mais sobre o diagnóstico e a resolução de problemas de um pânico do kernel recorrente.

Resolver um problema de pânico do kernel recorrente

Pode ser difícil diagnosticar um pânico do kernel recorrente. Se precisa de ajuda com este processo, considere levar o Mac a um Genius numa Apple Store ou a um Centro de assistência autorizado Apple para obter ajuda.  Se pretender visitar uma Loja Apple Store, pode efetuar uma reserva (apenas disponível em alguns países e regiões).

Sugestão: para ajudar a diagnosticar pânicos do kernel recorrentes, registe a data e a hora em que ocorrem e quaisquer informações que sejam apresentadas com a mensagem de pânico do kernel.

  • O computador estava a iniciar, a desligar ou a executar uma tarefa em particular quando o pânico do kernel recorrente ocorreu? 
  • O pânico do kernel é intermitente ou acontece sempre que realiza uma determinada ação? Por exemplo, estava a jogar um determinado jogo ou a imprimir?
  • Ocorre apenas quando um determinado dispositivo externo é ligado ou quando um dispositivo é ligado a uma determinada porta?

Identificar a causa do problema no hardware ou no software

Para tentar saber se o problema está relacionado com software ou hardware, utilize o computador com uma instalação recente do OS X numa unidade externa.

  1. Inicie o Mac a partir da Recuperação do OS X
    Se um pânico do kernel continuar a ocorrer quando inicia em Modo de recuperação, é provável que exista um problema de hardware. Consulte a secção "Resolução de problemas de hardware" abaixo para obter informações adicionais.
  2. Abra o Utilitário de discos e utilize a opção "Reparar disco" no disco rígido interno do Mac (chamado Macintosh HD por predefinição).

    Importante: se o Utilitário de discos não conseguir reparar a unidade interna, deverá efetuar uma cópia de segurança dos seus dados importantes imediatamente e, se possível, reformatar a unidade. Considere levar o Mac a um Genius numa Apple Store ou a um Centro de assistência autorizado Apple para obter um diagnóstico. Se a unidade precisar de ser reformatada ou substituída, não se esqueça de solicitar que o contactem caso seja necessário reencaminhar o seu processo para um serviço especial de recuperação de dados. Se pretender visitar uma Loja Apple Store, pode efetuar uma reserva (apenas disponível em alguns países e regiões).
     
  3. Ligue uma unidade externa com, pelo menos, 10 GB de espaço livre. Nota: certifique-se de que a unidade externa não causa pânicos do kernel e de que é o único dispositivo nas portas USB, FireWire ou Thunderbolt. Ligar a unidade externa e os respetivos cabos a outro Mac pode ajudar a assegurar que a unidade não causa pânicos de kernel. 
  4. Instale o OS X no disco externo.
  5. Efetue o arranque a partir da unidade externa.
  6. Utilize a Atualização de software para instalar todas as atualizações até indicar que "O software está atualizado".
  7. Não instale software adicional na unidade externa. Utilize as apps da Apple para navegar na web, ver filmes do QuickTime, enviar e-mails, imprimir, digitalizar e/ou efetuar outras atividades. Continue a utilizar o Mac durante o período de tempo que normalmente levaria até ocorrer o pânico do kernel.
  8. Se ocorrer uma situação de pânico, selecione a secção "Resolução de problemas de hardware" abaixo para continuar a diagnosticar o problema.
    Se não ocorrer uma situação de pânico, selecione a secção "Resolução de problemas de software" abaixo para continuar a diagnosticar o problema.

Resolução de problemas de hardware

Desligue a unidade externa utilizada nos testes anteriores para determinar se o pânico do kernel se deve a um problema de hardware.

Verificar os dispositivos periféricos primeiro

Avance para a próxima secção se não tiver dispositivos ligados ao Mac.

  1. Desligue o Mac.
  2. Desligue todos os dispositivos periféricos. Se tiver um computador Mac de secretária, certifique-se de que tem apenas um monitor, um teclado Apple e um rato ou trackpad Apple ligados.
  3. Ligue o Mac.
  4. Utilize o Mac durante o período de tempo que normalmente levaria até ocorrer o pânico do kernel.
  5. Se ocorrer uma situação de pânico do kernel: avance para a secção seguinte para verificar a RAM interna e o hardware de terceiros.
    Se não ocorrer uma situação de pânico do kernel: desligue o Mac, ligue um dispositivo periférico de cada vez e teste-os até que ocorra um pânico do kernel.
    • Nota: uma determinada combinação de periféricos pode ser a causa do pânico do kernel. Desligue um periférico de cada vez para verificar se ocorre uma situação de pânico do kernel. Se não ocorrer uma situação de pânico do kernel, continue a adicionar periféricos até encontrar o outro periférico necessário para provocar o pânico do kernel. 

Verificar a RAM interna e o hardware de terceiros

  1. Desligue o Mac.
  2. Volte a colocar a RAM da Apple e remova a RAM e o hardware interno de terceiros. Se já não possuir a RAM da Apple fornecida com o sistema, volte a colocar a RAM de terceiros.
  3. Ligue o Mac.
  4. Utilize o Mac durante o período de tempo que normalmente levaria até ocorrer o pânico do kernel.
  5. Se não ocorrer uma situação de pânico do kernel: a RAM ou o hardware interno de terceiros poderá ter de ser substituído.
    Se ocorrer uma situação de pânico do kernel: leve o Mac a uma Apple Store ou a um Centro de assistência autorizado Apple para obter assistência e suporte. Se a unidade precisar de ser reformatada ou substituída, não se esqueça de solicitar que o contactem caso seja necessário reencaminhar o seu processo para um serviço especial de recuperação de dados. Se pretender visitar uma Loja Apple Store, pode efetuar uma reserva (apenas disponível em alguns países e regiões).

Resolução de problemas de software

Desligue a unidade externa utilizada nos testes anteriores para determinar se o pânico do kernel se deve a um problema de software.

  1. Inicie o Mac a partir da Recuperação do OS X e instale novamente o OS X no Mac.
  2. Comece a partir da instalação do OS X que acabou de criar.
  3. Utilize a Atualização de software para instalar todas as atualizações até indicar que "O software está atualizado".
  4. Descarregue e instale quaisquer atualizações de software de terceiros antes de reinstalar software de terceiros, sobretudo controladores e extensões do kernel.
         Alguns exemplos:
    • Software de virtualização 
    • Controladores para suplementos para placas gráficas de terceiros
    • Software antivírus
    • Software de rede (nomeadamente software que ative os dispositivos de rede de terceiros) 
    • Software de suporte do sistema para ficheiros de suplementos, como por exemplo, software que permite escrever no formato NTFS.

Se o problema persistir, irá precisar de apagar e instalar o OS X da seguinte forma:

  1. Inicie o Mac a partir da Recuperação do OS X.
  2. Efetue uma cópia de segurança do disco interno através do Utilitário de discos para um disco externo com espaço suficiente.
  3. Limpe a unidade interna utilizando o Utilitário de discos.
  4. Instale o OS X.
  5. Inicie a partir da unidade interna.
  6. Utilize a Atualização de software para instalar todas as atualizações até indicar que "O software está atualizado".
  7. Reinstale as apps de terceiros e copie os dados de utilizador da cópia de segurança da imagem de disco criada no passo 2. 
    Nota: evite copiar dados das pastas /Biblioteca e /Sistema da cópia de segurança da imagem de disco.

Informações avançadas sobre pânicos do kernel e registos de pânicos

Pode verificar os registos de pânicos do kernel para obter informações adicionais. O texto do pânico do kernel é adicionado ao registo depois de reiniciar o computador, partindo do princípio de que não repôs a PRAM (o texto do pânico do kernel fica guardado na PRAM até reiniciar). No Mac OS X v10.6 ou posterior, os registos estão localizados em /Biblioteca/Logs/DiagnosticReports.

No registo, são encontradas informações que poderão ajudar os programadores a investigar um problema de software. As informações poderão também ajudar a identificar o que causou o pânico do kernel. 

Compreender e depurar pânicos do kernel – Esta nota técnica explica os pânicos do kernel: o que são, como ler registos de pânicos e como depurar o código que provocou o pânico.

Despejos do núcleo do kernel – Esta nota técnica explica como pode ativar despejos remotos do núcleo do kernel utilizados para recolher dados sobre o pânico do kernel.

Nota: se for programador de software, as definições da sequência de arranque ou os alertas de depuração poderão causar diferentes sintomas para os pânicos do kernel.

As informações sobre os produtos não fabricados pela Apple ou os sites independentes não controlados ou testados pela Apple são disponibilizadas sem recomendações nem aprovação. A Apple não assume qualquer responsabilidade no que diz respeito à seleção, ao desempenho ou à utilização dos sites ou produtos de terceiros. A Apple não garante a precisão nem a fiabilidade dos sites de terceiros. Existem riscos inerentes à utilização da Internet. Contacte o fornecedor para obter informações adicionais. Outros nomes de empresas e de produtos podem ser marcas comerciais dos respetivos proprietários.

Data de publicação: