Sobre a tecnologia avançada do Face ID

Saiba como o Face ID ajuda a proteger as informações no iPhone e no iPad Pro.

Grande parte de nossa vida digital está armazenada no iPhone e no iPad, e é imprescindível proteger tais informações. Assim como o Touch ID revolucionou a autenticação usando a impressão digital, o Face ID a revolucionou usando o reconhecimento facial. O Face ID garante autenticação intuitiva e segura e é ativado pelo sistema de câmera TrueDepth de última geração, que usa tecnologias avançadas para mapear a geometria do rosto com precisão.

Basta um olhar, e o Face ID desbloqueia o iPhone ou iPad Pro com segurança. Use-o para autorizar compras na iTunes Store, na App Store e no Apple Books, bem como para fazer pagamentos com o Apple Pay. Os desenvolvedores também podem permitir o uso do Face ID em seus apps. Os apps compatíveis com o Touch ID são automaticamente compatíveis com o Face ID.

O Face ID está disponível no iPhone X e posteriores e nos modelos de iPad Pro com o chip A12X Bionic. 

Tecnologias avançadas

O Face ID é ativado por uma das mais avançadas tecnologias de hardware e software que já desenvolvemos. A câmera TrueDepth captura dados do rosto com precisão, analisando e projetando mais de 30.000 pontos invisíveis para criar um mapa de profundidade do rosto, além de capturar uma imagem infravermelha dele. Uma parte do Neural Engine dos chips A11, A12 Bionic, A12X Bionic e A13 Bionic, protegida pelo Secure Enclave, transforma o mapa de profundidade e a imagem infravermelha em uma representação matemática e a compara com os dados faciais registrados.

O Face ID adapta-se automaticamente às mudanças no visual, como o uso de maquiagem ou barba crescida. Se houver uma mudança mais significativa na aparência, como tirar a barba, o Face ID confirmará a identidade usando o código de acesso antes de atualizar os dados do rosto. O Face ID foi desenvolvido para funcionar com chapéus, lenços, óculos, lentes de contato e diferentes tipos de óculos de sol. Além disso, ele funciona em ambientes externos e internos e até mesmo no escuro.

Para começar a usar o Face ID, você precisa primeiro registrar seu rosto. Você pode fazer isso durante o processo inicial de configuração ou posteriormente acessando Ajustes > Face ID e Código. Basta olhar para o dispositivo para desbloqueá-lo usando o Face ID. Para o Face ID funcionar, a câmera TrueDepth precisa capturar seu rosto, não importa se você está segurando o dispositivo ou se ele está em cima de algo. A câmera TrueDepth tem um alcance de visão similar ao de quando você tira uma foto ou faz uma ligação pelo FaceTime usando a câmera frontal. O Face ID funciona melhor quando o dispositivo está a cerca de 25 cm a 50 cm de distância do rosto.

A câmera TrueDepth é ativada de forma inteligente quando você toca na tela para ativá-la, recebe uma notificação que ativa a tela ou levanta o iPhone para despertá-lo, por exemplo. Sempre que o dispositivo é desbloqueado, a câmera TrueDepth captura dados de profundidade precisos e uma imagem infravermelha para reconhecer você. Essas informações são comparadas com a representação matemática armazenada para autenticação.

Medidas de segurança

A segurança é importante para proteger as informações em todos os nossos dispositivos. Tomamos algumas medidas importantes para resguardar suas informações, assim como fizemos com o Touch ID. O Face ID usa a câmera TrueDepth e aprendizado de máquina para garantir uma solução de autenticação segura. Os dados do Face ID, incluindo as representações matemáticas do seu rosto, são criptografados e protegidos por uma chave disponível apenas para o Secure Enclave.

A probabilidade de uma pessoa aleatória desbloquear seu iPhone ou iPad Pro usando o Face ID é de aproximadamente 1 em 1.000.000 (para um único rosto registrado). Como proteção adicional, o Face ID permite apenas cinco tentativas incorretas de correspondência antes de solicitar um código de acesso. A probabilidade estatística é diferente para gêmeos e irmãos parecidos e entre crianças menores de 13 anos, já que as diferenças nas características faciais entre eles ainda não se desenvolveram completamente. Se estiver preocupado com isso, use um código de acesso para a autenticação.

O Face ID faz correspondência com informações de profundidade que não são encontradas em fotografias impressas ou 2D digitais. Ele foi desenvolvido para proteger contra falsificação por máscaras ou outras técnicas por meio do uso de redes neurais antifalsificação. O Face ID conta com detecção de atenção. Ele reconhece se os olhos estão abertos e se a atenção está voltada para o dispositivo. Isso dificulta ainda mais o desbloqueio do dispositivo por alguém sem o seu consentimento (caso você esteja dormindo, por exemplo).

Para usar o Face ID, você precisa configurar um código de acesso no dispositivo. É necessário inserir esse código para validação adicional de segurança nos seguintes casos:

  • Você acabou de ligar ou reiniciar o dispositivo.
  • O dispositivo não foi desbloqueado há mais de 48 horas.
  • O código de acesso não foi usado para desbloquear o dispositivo nos últimos seis dias e meio. Além disso, o Face ID não desbloqueou o dispositivo nas últimas 4 horas.
  • O dispositivo recebeu um comando de bloqueio remoto.
  • Após cinco tentativas incorretas de correspondência de rosto.
  • Após iniciar o processo de desligar/SOS de Emergência ao manter pressionado o botão de volume e o botão lateral ao mesmo tempo por dois segundos.

Em caso de perda ou roubo do dispositivo, você poderá ativar o Modo Perdido do recurso Buscar iPhone para impedir o uso do Face ID para desbloqueá-lo.

Privacidade

A privacidade é muito importante para a Apple. Os dados do Face ID, incluindo as representações matemáticas do seu rosto, são criptografados e protegidos pelo Secure Enclave. Para aprimorar sua experiência, esses dados são refinados e atualizados conforme você usa o Face ID, inclusive quando há autenticações bem-sucedidas. O Face ID também atualiza os dados quando detecta uma correspondência próxima, mas o código de acesso deve ser inserido para desbloquear o dispositivo.

Os dados do Face ID ficam apenas no dispositivo, e o backup deles nunca é feito no iCloud ou em outro lugar. Essa informação só será transferida do dispositivo se você quiser fornecer dados de diagnóstico do Face ID para o AppleCare para suporte. Mesmo nesse caso, os dados não serão transferidos automaticamente para a Apple. Você poderá analisar e aprovar os dados do diagnóstico antes do envio.

Caso decida se registrar no Face ID, você pode controlar a maneira como o recurso é utilizado ou desativá-lo a qualquer momento. Por exemplo, se não quiser usar o Face ID para desbloquear o dispositivo, acesse Ajustes > Face ID e Código > Usar Face ID e desative "Desbloquear o iPhone" ou Desbloquear iPad. Para desativar o Face ID, acesse Ajustes > Face ID e Código e toque em "Redefinir Face ID". Essa ação apagará todos os dados do Face ID que estiverem no dispositivo, incluindo as representações matemáticas de seu rosto. Se você apagar ou redefinir o dispositivo usando o recurso Buscar iPhone ou apagar todo o conteúdo e ajustes, todos os dados do Face ID serão apagados.

Mesmo que você não se registre no Face ID, a câmera TrueDepth será ativada de maneira inteligente para ativar os recursos que detectam a atenção, como escurecer a tela se você não estiver olhando para o dispositivo ou reduzir o volume dos alertas se você estiver olhando para o dispositivo. Por exemplo, ao usar o Safari, o dispositivo verifica se você está olhando para a tela e a desativa caso não esteja. Se não quiser usar esses recursos, acesse Ajustes > Face ID e Código e desative a opção "Recursos com Detecção de Atenção".

É possível ativar o Face ID para fazer autenticação em apps compatíveis. Os apps só são notificados sobre o status da autenticação. Eles não acessam os dados do Face ID associados ao rosto registrado.

Segurança

O iPhone, o iPad Pro e o sistema de câmera TrueDepth foram totalmente testados e estão de acordo com padrões internacionais de segurança. O sistema de câmera TrueDepth é seguro para uso em condições normais. Devido às emissões reduzidas, ele não causa dano algum aos olhos nem à pele. É importante notar que os emissores de luz infravermelha podem ser danificados durante o reparo ou a desmontagem. Por isso, o dispositivo deverá ser sempre reparado pela Apple ou por um Centro de Serviço Autorizado (ASP). O sistema de câmera TrueDepth contém recursos para detectar falsificações. Se for detectada uma falsificação, o sistema poderá ser desativado por motivos de segurança.

Talvez você perceba uma luz saindo da câmera TrueDepth se visualizá-la com certos tipos de câmeras. Isso é esperado, pois algumas câmeras detectam luz infravermelha. Algumas pessoas também podem perceber uma luz tênue saindo da câmera TrueDepth ao olhar para ela em um ambiente muito escuro. Isso é esperado em locais extremamente escuros.

Acessibilidade

A acessibilidade é essencial nos produtos Apple. Os usuários com deficiências físicas podem selecionar "Opções de Acessibilidade" durante o registro. Esse ajuste não exige o movimento completo da cabeça para capturar ângulos diferentes e continua sendo seguro, mas você precisa olhar para o iPhone ou iPad Pro de forma mais consistente.

O Face ID contém um recurso de acessibilidade para ajudar pessoas com deficiência visual ou problemas de visão. Para que o Face ID não exija que você olhe com os olhos abertos para o dispositivo, acesse Ajustes > Geral > Acessibilidade e desative a opção "Exigir Atenção para o Face ID". Essa opção será desativada automaticamente se você ativar o VoiceOver durante a configuração inicial.

Data da publicação: