Procurar problemas de Wi-Fi com o Mac

O Mac pode analisar ligações Wi-Fi para procurar determinados problemas e, em seguida, recomendar soluções.

Procurar recomendações sobre Wi-Fi

Ao tentar ligar-se a uma rede Wi-Fi, o Mac com o macOS Sierra procura problemas que afetam a sua capacidade de criar uma ligação rápida, estável e segura. Se o Mac detetar um problema, o menu de estado da rede Wi-Fi na barra de menus apresenta um elemento novo: as Recomendações sobre Wi-Fi. Escolha esta opção para visualizar as soluções recomendadas:

Analisar o ambiente da rede sem fios

O Mac pode utilizar o "Diagnóstico de redes sem fios" para efetuar uma análise adicional. 

  1. Feche eventuais apps abertas e, se possível, estabeleça ligação à rede Wi-Fi.
  2. Mantenha premida a tecla Opção e selecione "Abrir diagnóstico de redes sem fios" no menu de estado da rede Wi-Fi .
  3. Introduza um nome e uma palavra-passe de administrador quando tal lhe for solicitado.

O Diagnóstico de redes sem fios começa a analisar o ambiente da rede sem fios:

Se o problema for intermitente, pode optar por monitorizar a ligação à rede Wi-Fi:


Quando estiver pronto para visualizar as recomendações, avance para o resumo. O Diagnóstico de redes sem fios pede informações opcionais sobre a estação-base ou outro router, para poder incluí-las no relatório guardado no Mac.

Clique no botão Informação junto a cada elemento do resumo para visualizar os detalhes sobre o elemento em questão. As práticas recomendadas de Wi-Fi são sugestões que se aplicam à maioria das redes Wi-Fi.


Efetue uma cópia de segurança ou tome nota das definições de rede ou do router antes de as alterar com base nestas recomendações (para o caso de tornar a necessitar delas).

Monitorizar a ligação Wi-Fi

O Mac pode monitorizar a ligação à rede Wi-Fi para procurar problemas intermitentes, tais como quebras de ligação. Siga os passos para analisar o ambiente da rede sem fios, mas selecione "Monitorizar a ligação Wi-Fi" quando tal lhe for solicitado.

Durante a monitorização, uma janela confirma que a mesma está em curso. Desde que a janela continue aberta e o utilizador esteja na mesma rede Wi-Fi, a monitorização continua, mesmo que o Mac esteja em pausa.

Se o Diagnóstico de redes sem fios encontrar um problema, interrompe a monitorização e apresenta uma breve descrição do problema. Em seguida, pode retomar a monitorização ou avançar para o resumo para aceder aos detalhes do problema e a recomendações de resolução.

Criar um relatório de diagnóstico

O Diagnóstico de redes sem fios guarda automaticamente um relatório de diagnóstico antes de apresentar o resumo. Pode criar este relatório em qualquer altura ao manter premida a tecla Opção e ao selecionar "Criar relatório de diagnóstico" no menu de estado da rede Wi-Fi . O Mac poderá demorar vários minutos a criar o relatório.

  • O macOS Sierra guarda o relatório na pasta /var/tmp da unidade de arranque e, em seguida, abre essa pasta.
    Para abrir a pasta de forma manual, selecione Ir > Ir para a pasta na barra de menus do Finder e, em seguida, introduza /var/tmp.
  • O OS X El Capitan ou anterior guarda o relatório na secretária.

O relatório é um ficheiro comprimido cujo nome começa por "WirelessDiagnostics." Contém muitos ficheiros que descrevem o ambiente da rede sem fios em pormenor. Um especialista de rede pode efetuar uma análise mais aprofundada dos mesmos.

Utilizar outros utilitários de diagnóstico

O Diagnóstico de redes sem fios também inclui utilitários adicionais para especialistas de rede. Abra-os a partir do menu Janelas, na barra de menus do Diagnóstico de redes sem fios: 

  • A opção Informação reúne detalhes essenciais sobre as atuais ligações de rede.

  • A opção Registos ativa o registo em segundo plano do Wi-Fi e de outros componentes do sistema. O resultado é guardado num ficheiro .log na localização do relatório de diagnóstico do Mac. O registo continua mesmo quando fecha a app ou reinicia o Mac, por isso lembre-se de desativar o registo quando terminar.

  • A opção Pesquisar encontra routers Wi-Fi no ambiente e reúne detalhes essenciais sobre os mesmos.

  • A opção Desempenho utiliza gráficos ao vivo para apresentar o desempenho da ligação Wi-Fi:
    • A opção Velocidade apresenta a velocidade de transmissão ao longo do tempo em megabits por segundo.
    • A opção Qualidade apresenta a relação sinal/ruído ao longo do tempo. Quando a qualidade é demasiado baixa, o dispositivo desliga-se do router Wi-Fi. Os fatores que afetam a qualidade incluem a distância entre o dispositivo e o router, e objetos, como paredes, que impeçam o sinal do router. 
    • A opção Sinal apresenta o sinal (RSSI) e as medições de ruído ao longo do tempo. Pretende que o RSSI seja elevado e o ruído baixo, por isso quanto maior for o intervalo entre o RSSI e o ruído, melhor. 
  • A opção Analisador captura o tráfego da ligação Wi-Fi, o que pode ser útil para diagnosticar um problema reproduzível. Selecione um canal e a largura e, em seguida, clique em Iniciar para começar a capturar o tráfego nesse canal. Quando clica em Parar, é guardado um ficheiro .wcap na localização do relatório de diagnóstico do Mac.

  • A opção Monitor é semelhante ao utilitário Desempenho, mas apresenta uma janela mais pequena que inclui um gráfico com o sinal (RSSI) e as medições de ruído ao longo do tempo, e um outro gráfico com a velocidade de transmissão ao longo do tempo.

Saiba mais

Recomendações adicionais para o melhor desempenho do Wi-Fi:

  • Mantenha o router atualizado. Para a estação-base AirPort Time Capsule, AirPort Extreme ou AirPort Express, utilize o Utilitário AirPort para procurar o firmware mais recente. Para routers que não sejam da Apple, consulte o site do fabricante. 
  • Configure o router com as definições recomendadas da Apple e certifique-se de que todos os routers Wi-Fi da mesma rede utilizam definições semelhantes.
  • Se utilizar um router Wi-Fi de banda dupla, certifique-se de que ambas as bandas utilizam o mesmo nome de rede.
Data de publicação: