Sobre o conteúdo de segurança do macOS Mojave 10.14.1, Atualização de Segurança 2018-002 High Sierra e Atualização de Segurança 2018-005 Sierra

Este documento descreve o conteúdo de segurança do macOS Mojave 10.14.1, a Atualização de Segurança 2018-002 High Sierra e a Atualização de Segurança 2018-005 Sierra.

Sobre as atualizações de segurança da Apple

Para garantir a proteção dos clientes, a Apple não divulga, não discute, nem confirma problemas de segurança até que uma investigação seja conduzida e as correções ou versões estejam disponíveis. As versões recentes estão indicadas na página Atualizações de segurança da Apple.

Para obter mais informações sobre segurança, consulte a página sobre Segurança do Produto Apple. É possível criptografar as comunicações com a Apple usando a Chave PGP de Segurança do Produto Apple.

Os documentos de segurança da Apple mencionam vulnerabilidades por meio do ID de CVE quando possível.

macOS Mojave 10.14.1, Atualização de Segurança 2018-002 High Sierra, Atualização de Segurança 2018-005 Sierra

Lançado em 30 de outubro de 2018

afpserver

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: um invasor remoto pode atacar servidores AFP por meio de clientes HTTP

Descrição: um problema de validação de entrada foi resolvido por meio de melhorias na validação de entradas.

CVE-2018-4295: Jianjun Chen (@whucjj) da Universidade de Tsinghua e da UC Berkeley

AppleGraphicsControl

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6, macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Mojave 10.14

Impacto: um aplicativo podia executar códigos arbitrários com privilégios de sistema

Descrição: um problema de memória corrompida foi resolvido por meio de melhorias na validação de entradas.

CVE-2018-4410: pesquisador anônimo em parceira com a Zero Day Initiative da Trend Micro

AppleGraphicsControl

Disponível para: macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: um aplicativo pode conseguir ler a memória restrita

Descrição: um problema de validação foi resolvido por meio de melhorias na limpeza de entradas.

CVE-2018-4417: Lee do Information Security Lab, Yonsei University em parceria com a Zero Day Initiative da Trend Micro

APR

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: havia vários problemas de estouro de buffer no Perl

Descrição: vários problemas no Perl foram resolvidos com melhorias no processamento da memória.

CVE-2017-12613: Craig Young da Tripwire VERT

CVE-2017-12618: Craig Young da Tripwire VERT

Entrada atualizada em 15 de fevereiro de 2019

ATS

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: um aplicativo malicioso pode elevar privilégios

Descrição: um problema de memória corrompida foi resolvido por meio de melhorias na validação de entradas.

CVE-2018-4411: lilang wu moony Li da Trend Micro em parceria com a Zero Day Initiative da Trend Micro

ATS

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: um aplicativo pode conseguir ler a memória restrita

Descrição: um problema de leitura fora dos limites foi resolvido por meio de melhorias na verificação de limites.

CVE-2018-4308: Mohamed Ghannam (@_simo36)

Automator

Disponível para: macOS Mojave 10.14

Impacto: um aplicativo malicioso pode ter acesso a arquivos restritos

Descrição: esse problema foi resolvido com a remoção de direitos adicionais.

CVE-2018-4468: Jeff Johnson do underpassapp.com

Entrada adicionada em 15 de fevereiro de 2019

CFNetwork

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: um aplicativo podia executar códigos arbitrários com privilégios de sistema

Descrição: um problema de memória corrompida foi resolvido por meio de melhorias no processamento da memória.

CVE-2018-4126: Bruno Keith (@bkth_) em parceria com a Zero Day Initiative da Trend Micro

CoreAnimation

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6, macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Mojave 10.14

Impacto: um aplicativo podia executar códigos arbitrários com privilégios de sistema

Descrição: um problema de memória corrompida foi resolvido por meio de melhorias no processamento da memória.

CVE-2018-4415: Liang Zhuo em parceria com a SecuriTeam Secure Disclosure da Beyond Security

CoreCrypto

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6, macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Mojave 10.14

Impacto: um invasor pode explorar uma vulnerabilidade no teste de primalidade de Miller-Rabin para identificar incorretamente números primos

Descrição: havia um problema no método de determinação de números primos. Esse problema foi resolvido por meio do uso de bases pseudoaleatórias para testes de números primos.

CVE-2018-4398: Martin Albrecht, Jake Massimo e Kenny Paterson da Royal Holloway, University of London, e Juraj Somorovsky da Ruhr University, Bochum

CoreFoundation

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: um aplicativo malicioso pode elevar privilégios

Descrição: um problema de memória corrompida foi resolvido por meio de melhorias na validação de entradas.

CVE-2018-4412: National Cyber Security Centre (NCSC) do Reino Unido

CUPS

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: em determinadas configurações, um invasor remoto pode substituir o conteúdo da mensagem pelo servidor de impressão com conteúdo arbitrário

Descrição: um problema de injeção foi resolvido por meio de melhorias na validação.

CVE-2018-4153: Michael Hanselmann da hansmi.ch

CUPS

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: um invasor em uma posição privilegiada pode fazer um ataque de negação de serviço

Descrição: um problema de negação de serviço foi resolvido por meio de melhorias na validação.

CVE-2018-4406: Michael Hanselmann da hansmi.ch

Dicionário

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: a análise de um arquivo de dicionário criado com códigos maliciosos pode levar à divulgação de informações do usuário

Descrição: havia um problema de validação que permitia acesso a arquivos locais. Esse problema foi resolvido por meio de melhorias na limpeza de entradas.

CVE-2018-4346: Wojciech Reguła (@_r3ggi) da SecuRing

Dock

Disponível para: macOS Mojave 10.14

Impacto: um aplicativo malicioso pode ter acesso a arquivos restritos

Descrição: esse problema foi resolvido com a remoção de direitos adicionais.

CVE-2018-4403: Patrick Wardle da Digita Security

Entrada atualizada em 15 de fevereiro de 2019

dyld

Disponível para: macOS High Sierra 10.13.6, macOS Mojave 10.14 e macOS Sierra 10.12.6

Impacto: um aplicativo malicioso pode elevar privilégios

Descrição: um problema de lógica foi resolvido por meio de melhorias na validação.

CVE-2018-4423: Youfu Zhang do Laboratório de Pesquisa de Segurança Chaitin (@ChaitinTech)

Entrada atualizada em 16 de novembro de 2018

EFI

Disponível para: macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: os sistemas com microprocessadores que utilizam execução especulativa e execução especulativa de leituras de memória antes dos endereços de todas as gravações de memória anteriores serem conhecidos podem permitir a divulgação não autorizada de informações para um invasor com acesso de usuário local por meio de uma análise de canal lateral

Descrição: um problema de divulgação de informações foi resolvido por meio da atualização de um microcódigo. Isso garante que os dados mais antigos lidos de endereços gravados recentemente não possam ser lidos por meio de um canal lateral especulativo.

CVE-2018-3639: Jann Horn (@tehjh) do Google Project Zero (GPZ), Ken Johnson do Microsoft Security Response Center (MSRC)

EFI

Disponível para: macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Mojave 10.14

Impacto: um usuário local pode modificar partes protegidas do sistema de arquivos

Descrição: um problema de configuração foi resolvido por meio de restrições adicionais.

CVE-2018-4342: Timothy Perfitt do Twocanoes Software

Foundation

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: processar um arquivo de texto criado com códigos maliciosos pode resultar em uma negação de serviço

Descrição: um problema de negação de serviço foi resolvido por meio de melhorias na validação.

CVE-2018-4304: jianan.huang (@Sevck)

Grand Central Dispatch

Disponível para: macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: um aplicativo podia executar códigos arbitrários com privilégios de sistema

Descrição: um problema de memória corrompida foi resolvido por meio de melhorias no processamento da memória.

CVE-2018-4426: Brandon Azad

Heimdal

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: um aplicativo podia executar códigos arbitrários com privilégios de sistema

Descrição: um problema de memória corrompida foi resolvido por meio de melhorias no processamento da memória.

CVE-2018-4331: Brandon Azad

Hypervisor

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: os sistemas com microprocessadores que utilizam a execução especulativa e realizam traduções podem permitir a divulgação não autorizada de informações do cache de dados L1 para um invasor com acesso de usuário local com privilégio de convidado do SO por meio de uma falha na página terminal e uma análise de canal lateral

Descrição: um problema de divulgação de informações foi resolvido pela limpeza do cache de dados L1 na entrada de máquina virtual.

CVE-2018-3646: Baris Kasikci, Daniel Genkin, Ofir Weisse e Thomas F. Wenisch da Universidade de Michigan, Mark Silberstein e Marina Minkin da Technion, Raoul Strackx, Jo Van Bulck e Frank Piessens da KU Leuven, Rodrigo Branco, Henrique Kawakami, Ke Sun e Kekai Hu da Intel Corporation, Yuval Yarom da Universidade de Adelaide

Hypervisor

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6

Impacto: um aplicativo pode executar códigos arbitrários com privilégios de kernel

Descrição: uma vulnerabilidade de memória corrompida foi resolvida por meio de melhorias no bloqueio.

CVE-2018-4242: Zhuo Liang da Qihoo 360 Nirvan Team

ICU

Disponível para: macOS High Sierra 10.13.6, macOS Mojave 10.14 e macOS Sierra 10.12.6

Impacto: processar uma sequência de caracteres criada com códigos maliciosos pode levar à corrupção de pilha

Descrição: um problema de memória corrompida foi resolvido por meio de melhorias na validação de entradas.

CVE-2018-4394: Erik Verbruggen da The Qt Company

Entrada atualizada em 16 de novembro de 2018

Driver da placa gráfica da Intel

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6

Impacto: um aplicativo podia executar códigos arbitrários com privilégios de sistema

Descrição: um problema de memória corrompida foi resolvido por meio de melhorias no processamento da memória.

CVE-2018-4334: Ian Beer do Google Project Zero

Driver da placa gráfica da Intel

Disponível para: macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: um aplicativo pode conseguir ler a memória restrita

Descrição: um problema de validação foi resolvido por meio de melhorias na limpeza de entradas.

CVE-2018-4396: Yu Wang da Didi Research America

CVE-2018-4418: Yu Wang da Didi Research America

Driver da placa gráfica da Intel

Disponível para: macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: um aplicativo podia executar códigos arbitrários com privilégios de sistema

Descrição: um problema de memória corrompida foi resolvido por meio de melhorias na validação de entradas.

CVE-2018-4350: Yu Wang da Didi Research America

Driver da placa gráfica da Intel

Disponível para: macOS Mojave 10.14

Impacto: um aplicativo pode executar códigos arbitrários com privilégios de kernel

Descrição: um problema na inicialização da memória foi resolvido por meio de melhorias no processamento da memória.

CVE-2018-4421: Tyler Bohan da Cisco Talos

Entrada adicionada em 21 de dezembro de 2018

IOGraphics

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6, macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Mojave 10.14

Impacto: um aplicativo pode executar códigos arbitrários com privilégios de kernel

Descrição: um problema de memória corrompida foi resolvido por meio de melhorias no processamento da memória.

CVE-2018-4422: pesquisador anônimo em parceira com a Zero Day Initiative da Trend Micro

IOHIDFamily

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: um aplicativo malicioso pode executar códigos arbitrários com privilégios de kernel

Descrição: um problema de memória corrompida foi resolvido por meio de melhorias na validação de entradas.

CVE-2018-4408: Ian Beer do Google Project Zero

Entrada atualizada em 1º de agosto de 2019

IOKit

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6, macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Mojave 10.14

Impacto: um aplicativo podia executar códigos arbitrários com privilégios de sistema

Descrição: um problema de memória corrompida foi resolvido por meio de melhorias no processamento da memória.

CVE-2018-4402: Proteas da Qihoo 360 Nirvan Team

IOKit

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: um aplicativo malicioso pode sair de sua área restrita

Descrição: um problema de memória corrompida foi resolvido por meio de melhorias no processamento da memória.

CVE-2018-4341: Ian Beer do Google Project Zero

CVE-2018-4354: Ian Beer do Google Project Zero

IOUserEthernet

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: um aplicativo pode executar códigos arbitrários com privilégios de kernel

Descrição: um problema de memória corrompida foi resolvido por meio de melhorias no processamento da memória.

CVE-2018-4401: Apple

IPSec

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6, macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Mojave 10.14

Impacto: um aplicativo pode obter privilégios elevados

Descrição: um problema de leitura fora dos limites foi resolvido por meio de melhorias na validação de entradas.

CVE-2018-4371: Tim Michaud (@TimGMichaud) do Leviathan Security Group

Kernel

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6, macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Mojave 10.14

Impacto: um aplicativo pode executar códigos arbitrários com privilégios de kernel

Descrição: um problema de memória corrompida foi resolvido por meio da remoção do código vulnerável.

CVE-2018-4420: Mohamed Ghannam (@_simo36)

Kernel

Disponível para: macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: um aplicativo malicioso pode causar vazamento de informações confidenciais do usuário

Descrição: havia um problema de acesso com chamadas de API privilegiadas. Esse problema foi resolvido por meio de restrições adicionais.

CVE-2018-4399: Fabiano Anemone (@anoane)

Kernel

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6, macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Mojave 10.14

Impacto: um aplicativo pode executar códigos arbitrários com privilégios de kernel

Descrição: um problema de memória corrompida foi resolvido por meio de melhorias no processamento da memória.

CVE-2018-4340: Mohamed Ghannam (@_simo36)

CVE-2018-4419: Mohamed Ghannam (@_simo36)

CVE-2018-4425: cc em parceria com a Zero Day Initiative da Trend Micro, Juwei Lin (@panicaII) da Trend Micro em parceria com a Zero Day Initiative da Trend Micro

Kernel

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6

Impacto: a instalação de uma rede de sistema de arquivo de rede (NFS) maliciosa pode levar à execução arbitrária de código com privilégios do sistema

Descrição: vários problemas de memória corrompida foram resolvidos por meio de melhorias no processamento da memória.

CVE-2018-4259: Kevin Backhouse da Semmle e LGTM.com

CVE-2018-4286: Kevin Backhouse da Semmle e LGTM.com

CVE-2018-4287: Kevin Backhouse da Semmle e LGTM.com

CVE-2018-4288: Kevin Backhouse da Semmle e LGTM.com

CVE-2018-4291: Kevin Backhouse da Semmle e LGTM.com

Kernel

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6, macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Mojave 10.14

Impacto: um aplicativo pode conseguir ler a memória restrita

Descrição: um problema na inicialização da memória foi resolvido por meio de melhorias no processamento da memória.

CVE-2018-4413: Juwei Lin (@panicaII) da TrendMicro Mobile Security Team

Kernel

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: um invasor com uma posição de rede privilegiada pode executar códigos arbitrários

Descrição: um problema de memória corrompida foi resolvido por meio de melhorias na validação.

CVE-2018-4407: Kevin Backhouse da Semmle Ltd.

Kernel

Disponível para: macOS Mojave 10.14

Impacto: um aplicativo pode executar códigos arbitrários com privilégios de kernel

Descrição: um estouro de buffer foi resolvido por meio de melhorias na validação de tamanho.

CVE-2018-4424: Dr. Silvio Cesare do InfoSect

LinkPresentation

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6

Impacto: processar uma mensagem de texto criada com códigos maliciosos pode levar à falsificação da interface do usuário

Descrição: havia um problema de falsificação no processamento de URLs. Esse problema foi resolvido por meio de melhorias na validação de entradas.

CVE-2018-4187: Roman Mueller (@faker_), Zhiyang Zeng (@Wester) do Tencent Security Platform Department

Entrada adicionada em 3 de abril de 2019

Janela de Início de Sessão

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: um usuário local pode causar uma negação de serviço

Descrição: um problema de validação foi resolvido por meio de melhorias na lógica.

CVE-2018-4348: Ken Gannon da MWR InfoSecurity e Christian Demko da MWR InfoSecurity

Mail

Disponível para: macOS Mojave 10.14

Impacto: o processamento de uma mensagem do Mail criada com códigos maliciosos pode levar à falsificação da interface do usuário

Descrição: um problema de interface de usuário inconsistente foi resolvido por meio de melhorias no gerenciamento de estados.

CVE-2018-4389: Dropbox Offensive Security Team, Theodor Ragnar Gislason da Syndis

mDNSOffloadUserClient

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: um aplicativo pode executar códigos arbitrários com privilégios de kernel

Descrição: um problema de memória corrompida foi resolvido por meio de melhorias no processamento da memória.

CVE-2018-4326: pesquisador anônimo em parceria com a Zero Day Initiative da Trend Micro, Zhuo Liang da equipe Qihoo 360 Nirvan

MediaRemote

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: um processo em área restrita pode contornar restrições dessa área

Descrição: um problema de acesso foi resolvido por meio de restrições adicionais.

CVE-2018-4310: CodeColorist do Ant-Financial LightYear Labs

Microcódigo

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6, macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Mojave 10.14

Impacto: sistemas com microprocessadores que utilizam execução especulativa e que fazem leituras especulativas de registros do sistema podem permitir a divulgação não autorizada de parâmetros do sistema para um invasor com acesso de usuário local por meio de análise de canal lateral

Descrição: um problema de divulgação de informações foi resolvido por meio da atualização de um microcódigo. Isso garante que registros de sistema específico de implementação não sejam vazados por meio de um canal lateral de execução especulativa.

CVE-2018-3640: Innokentiy Sennovskiy do BiZone LLC (bi.zone), Zdenek Sojka, Rudolf Marek e Alex Zuepke do SYSGO AG (sysgo.com)

NetworkExtension

Disponível para: macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Mojave 10.14

Impacto: a conexão com um servidor de VPN pode vazar consultas de DNS para um proxy DNS

Descrição: um problema de lógica foi resolvido por meio de melhorias no gerenciamento de estado.

CVE-2018-4369: pesquisador anônimo

Perl

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6

Impacto: havia vários problemas de estouro de buffer no Perl

Descrição: vários problemas no Perl foram resolvidos com melhorias no processamento da memória.

CVE-2018-6797: Brian Carpenter

Rubi

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6

Impacto: um invasor remoto pode causar o encerramento inesperado de aplicativos ou a execução arbitrária de códigos

Descrição: esta atualização resolve vários problemas no Ruby.

CVE-2017-0898

CVE-2017-10784

CVE-2017-14033

CVE-2017-14064

CVE-2017-17405

CVE-2017-17742

CVE-2018-6914

CVE-2018-8777

CVE-2018-8778

CVE-2018-8779

CVE-2018-8780

Segurança

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6, macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Mojave 10.14

Impacto: processar uma mensagem com assinatura de S/MIME criada com códigos maliciosos pode resultar em uma negação de serviço

Descrição: um problema de validação foi resolvido por meio de melhorias na lógica.

CVE-2018-4400: Yukinobu Nagayasu da LAC Co., Ltd.

Segurança

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: um usuário local pode causar uma negação de serviço

Descrição: esse problema foi resolvido por meio de melhorias nas verificações.

CVE-2018-4395: Patrick Wardle da Digita Security

Spotlight

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: um aplicativo podia executar códigos arbitrários com privilégios de sistema

Descrição: um problema de memória corrompida foi resolvido por meio de melhorias no processamento da memória.

CVE-2018-4393: Lufeng Li

Estrutura de sintomas

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6 e macOS High Sierra 10.13.6

Impacto: um aplicativo pode conseguir ler a memória restrita

Descrição: um problema de leitura fora dos limites foi resolvido por meio de melhorias na verificação de limites.

CVE-2018-4203: Bruno Keith (@bkth_) em parceria com a Zero Day Initiative da Trend Micro

Wi-Fi

Disponível para: macOS Sierra 10.12.6, macOS High Sierra 10.13.6 e macOS Mojave 10.14

Impacto: um invasor em uma posição privilegiada pode fazer um ataque de negação de serviço

Descrição: um problema de negação de serviço foi resolvido por meio de melhorias na validação.

CVE-2018-4368: Milan Stute e Alex Mariotto do Secure Mobile Networking Lab na Technische Universität Darmstadt

Outros reconhecimentos

Calendário

Gostaríamos de agradecer a Matthew Thomas da Verisign pela ajuda.

Entrada atualizada em 15 de fevereiro de 2019

coreTLS

Gostaríamos de agradecer a Eyal Ronen (Instituto Weizmann), Robert Gillham (Universidade de Adelaide), Daniel Genkin (Universidade de Michigan), Adi Shamir (Instituto Weizmann), David Wong (NCC Group) e Yuval Yarom (Universidade de Adelaide e Data61) pela ajuda.

Entrada adicionada em 12 de dezembro de 2018

iBooks

Gostaríamos de agradecer a Sem Voigtländer do Fontys Hogeschool ICT pela ajuda.

Kernel

Gostaríamos de agradecer a Brandon Azad pela ajuda.

LaunchServices

Gostaríamos de agradecer a Alok Menghrajani da Square pela ajuda.

Visualização Rápida

Gostaríamos de agradecer a lokihardt do Google Project Zero pela ajuda.

Segurança

Gostaríamos de agradecer a Marinos Bernitsas da Parachute pela ajuda.

Terminal

Gostaríamos de agradecer a um pesquisador anônimo pela ajuda.

Time Machine

Gostaríamos de agradecer a Matthew Thomas da Verisign pela ajuda.

Entrada adicionada em 15 de fevereiro de 2019

As informações sobre produtos não fabricados pela Apple, ou sites independentes não controlados nem testados pela Apple, são fornecidas sem recomendação ou endosso. A Apple não assume responsabilidade alguma com relação à escolha, ao desempenho ou ao uso de sites ou produtos de terceiros. A Apple não garante a precisão nem a confiabilidade de sites de terceiros. Os riscos são inerentes ao uso da internet. Entre em contato com o fornecedor para obter mais informações. Nomes de outras empresas e produtos podem ser marcas registradas de seus respectivos proprietários.

Data da publicação: