Acerca do Utilitário de segurança de arranque num Mac com o processador Apple T2 Security

Utilize o Utilitário de segurança de arranque para garantir que o Mac efetua sempre o arranque a partir do disco de arranque definido e sempre a partir de um sistema operativo legítimo e de confiança.

Se estiver a utilizar um Mac com o processador Apple T2 Security, o Utilitário de segurança de arranque oferece três funcionalidades para ajudar a proteger o Mac contra o acesso não autorizado: proteção por palavra-passe de firmware protection, arranque seguro e a capacidade para definir um suporte de arranque permitido.

Se estiver a utilizar um Mac com processador Apple, saiba como alterar as definições de segurança.


Abrir o Utilitário de segurança de arranque

  1. Ligue o Mac e, em seguida, mantenha premidas as teclas Comando (⌘)+R imediatamente depois de ver o logótipo Apple. O Mac efetua o arranque a partir da Recuperação do macOS.
  2. Quando lhe for pedido que selecione um utilizador cuja palavra-passe conhece, selecione-o, clique em Seguinte e introduza a respetiva palavra-passe de administrador. 
  3. Quando vir a janela Utilitários do macOS, selecione Utilitários > Utilitário de segurança de arranque na barra de menus.
  4. Quando lhe for solicitado que efetue a autenticação, clique em Digitar palavra-passe do macOS e, em seguida, selecione uma conta de administrador e introduza a respetiva palavra-passe.

Janela Utilitário de segurança de arranque


Definir uma palavra-passe de firmware

Pode utilizar uma palavra-passe de firmware para impedir alguém que não tenha a palavra-passe de efetuar o arranque a partir de um disco que não seja o disco de arranque definido. Para definir uma palavra-passe de firmware no Utilitário de segurança de arranque, clique em Ativar palavra-passe de firmware e, em seguida, siga as instruções no ecrã. Saiba mais sobre as palavras-passe de firmware.

Também pode não permitir o arranque a partir de suportes externos ou amovíveis, de modo a impedir até mesmo quem sabe a palavra-passe de firmware de efetuar o arranque a partir deste tipo de suporte.

 


Alterar as definições de arranque seguro

Utilize estas definições para garantir que o Mac arranca sempre a partir de um sistema operativo legítimo e de confiança.

Segurança total

A Segurança total é a predefinição, proporcionando o nível de segurança mais elevado. Anteriormente, este nível de segurança estava disponível apenas nos dispositivos iOS.

Durante o arranque, o Mac verifica a integridade do sistema operativo (SO) no disco de arranque para confirmar que é legítimo. Se o SO for desconhecido ou não for possível confirmar a sua legitimidade, o Mac liga-se à Apple para descarregar as informações de integridade atualizadas de que precisa para verificar o SO. Estas informações são únicas para o seu Mac e garantem que o mesmo efetua o arranque a partir de um SO que é considerado de confiança pela Apple.

Se o FileVault estiver ativo quando o Mac tentar descarregar as informações de integridade atualizadas, ser-lhe-á pedido que introduza a palavra-passe para desproteger o disco. Introduza a palavra-passe de administrador e, em seguida, clique em Desproteger para concluir a descarga.

Se o SO não passar na verificação:

  • macOS: um aviso informa que é necessário efetuar uma atualização do software para utilizar este disco de arranque. Clique em Atualizar para abrir o instalador do macOS, que pode utilizar para reinstalar o macOS no disco de arranque. Em alternativa, clique em Disco de arranque e selecione um disco de arranque diferente, que o Mac também irá tentar verificar.
  • Windows: um aviso informa que precisa de instalar o Windows com o Assistente do Boot Camp.

Se o Mac não conseguir estabelecer ligação à Internet, irá apresentar um aviso a indicar que é necessária uma ligação à Internet.

  • Verifique a ligação à Internet, ao selecionar uma rede ativa no menu de estado da rede Wi-Fi  na barra de menus. Em seguida, clique em Voltar a tentar.
  • Em alternativa, clique em Disco de arranque e selecione um disco de arranque diferente.
  • Também pode utilizar o Utilitário de segurança de arranque para baixar o nível de segurança.

Segurança média

Durante o arranque, quando a Segurança média está ativa, o Mac verifica o SO no disco de arranque confirmando apenas se este foi devidamente assinado pela Apple (macOS) ou pela Microsoft (Windows). Esta ação não necessita de uma ligação à Internet nem de informações de integridade atualizadas da Apple, pelo que não impede o Mac de utilizar um SO que já não é confiável pela Apple.

Se o SO não passar na verificação:

  • macOS: um aviso informa que é necessário efetuar uma atualização do software para utilizar este disco de arranque. Clique em Atualizar para abrir o instalador do macOS, que pode utilizar para reinstalar o macOS no disco de arranque. Esta ação necessita de uma ligação à Internet. Em alternativa, clique em Disco de arranque e selecione um disco de arranque diferente, que o Mac também irá tentar verificar.
  • Windows: um aviso informa que precisa de instalar o Windows com o Assistente do Boot Camp.

Sem segurança

A definição Sem segurança não exige nenhum dos requisitos de segurança acima para o disco de arranque.

 


Definir um suporte de arranque permitido

Utilize esta funcionalidade para controlar se o Mac pode arrancar a partir de um suporte externo ou amovível. A predefinição, e opção mais segura, é não permitir. Se tentar efetuar o arranque a partir deste tipo de suporte e receber um aviso a indicar que as definições de segurança não permitem essa ação, pode alterar a definição no Utilitário de segurança de arranque.

O Mac não é compatível com o arranque a partir de volumes de rede, quer permita ou não o arranque a partir de um suporte externo ou amovível.

Data de publicação: