Acerca dos conteúdos de segurança do Safari 8.0.7, do Safari 7.1.7 e do Safari 6.2.7

Este documento descreve os conteúdos de segurança do Safari 8.0.7, do Safari 7.1.7 e do Safari 6.2.7.

Para proteção dos nossos clientes, a Apple não divulga, comenta nem confirma problemas de segurança enquanto não for efetuada uma investigação completa e não estiverem disponíveis as correções ou versões necessárias. Para obter mais informações sobre a segurança dos produtos Apple, consulte o site Segurança dos produtos Apple.

Para obter mais informações sobre a chave PGP de segurança dos produtos Apple, consulte o artigo Como utilizar a chave PGP de segurança dos produtos Apple.

Sempre que possível, são utilizados ID CVE para designar as vulnerabilidades e disponibilizar mais informações.

Para obter mais informações sobre outras atualizações de segurança, consulte o artigo Atualizações de segurança da Apple.

Safari 8.0.7, Safari 7.1.7, e Safari 6.2.7

  • WebKit

    Disponível para: OS X Mountain Lion v10.8.5, OS X Mavericks v10.9.5 e OS X Yosemite v10.10.3

    Impacto: um site criado com intuito malicioso pode aceder às bases de dados WebSQL de outros sites

    Descrição: existia um problema nas verificações de autorização para alterar o nome das tabelas WebSQP. Isto poderá ter permitido o acesso de um site criado com intuito malicioso a bases de dados pertencentes a outros sites. O problema foi resolvido através de uma melhoria das verificações de autorização.

    ID CVE

    CVE-2015-3727: Peter Rutenbar em colaboração com o programa Zero Day Initiative da HP

  • Carregamento de páginas do WebKit

    Disponível para: OS X Mountain Lion v10.8.5, OS X Mavericks v10.9.5 e OS X Yosemite v10.10.3

    Impacto: visitar um site criado com intuito malicioso poderá levar à perda de controlo da conta

    Descrição: existia um problema no qual o Safari preservaria o cabeçalho do pedido de origem para redirecionamentos de cruzamento de origens, permitindo a site maliciosos iludir as proteções CSRF. Este problema foi resolvido através de um melhor processamento de redirecionamentos.

    ID CVE

    CVE-2015-3658: Brad Hill do Facebook

  • PDF do WebKit

    Disponível para: OS X Mountain Lion v10.8.5, OS X Mavericks v10.9.5 e OS X Yosemite v10.10.3

    Impacto: clicar numa ligação criada com intuito malicioso num PDF integrado numa página web poderá levar ao roubo de cookies ou à divulgação de informações do utilizador

    Descrição: existia um problema com ligações integradas em PDF que poderiam executar o JavaScript num contexto de alojamento do site. Este problema foi resolvido através da restrição de suporte para ligações JavaScript.

    ID CVE

    CVE-2015-3660: Apple

  • Armazenamento WebKit

    Disponível para: OS X Mountain Lion v10.8.5, OS X Mavericks v10.9.5 e OS X Yosemite v10.10.3

    Impacto: visitar um site criado com intuito malicioso poderá provocar o encerramento inesperado da aplicação ou a execução de um código arbitrário

    Descrição: existia um problema de comparação insuficiente no autorizador SQLite que permitia invocar funções SQL arbitrárias. O problema foi resolvido através de uma melhoria das verificações de autorização.

    ID CVE

    CVE-2015-3659: Peter Rutenbar em colaboração com o programa Zero Day Initiative da HP

As informações sobre os produtos não fabricados pela Apple ou os sites independentes não controlados ou testados pela Apple são disponibilizadas sem recomendações nem aprovação. A Apple não assume qualquer responsabilidade no que diz respeito à seleção, ao desempenho ou à utilização dos sites ou produtos de terceiros. A Apple não garante a precisão nem a fiabilidade dos sites de terceiros. Existem riscos inerentes à utilização da Internet. Contacte o fornecedor para obter informações adicionais. Outros nomes de empresas e de produtos podem ser marcas comerciais dos respetivos proprietários.

Data de publicação: