AirPort Express: o que é o modo de cliente?

Quando nos referimos a uma rede Wi-Fi, "cliente" refere-se simplesmente a algo que acede à rede, como o computador. Um cliente pode também ser um servidor de impressão sem fios ou um dispositivo de áudio sem fios.

O AirPort Express pode funcionar como ponto de acesso autónomo sem fios ou aceder a uma rede existente apenas para disponibilizar as funcionalidades de servidor de impressão e de áudio sem fios. Ao fazê-lo, o AirPort Express está em "modo de cliente".

No modo de cliente, o AirPort Express não age como ponto de acesso sem fios nem utiliza a porta Ethernet. Como cliente sem fios, o AirPort Express consiste unicamente num destino para o AirTunes e para trabalhos de impressão. Pode aceder a redes 802.11b e 802.11g, nomeadamente as que recorrem às funcionalidades de segurança como WEP e WPA-PSK.

No modo de cliente, a funcionalidade ProxySTA permite aos clientes com fios estabelecerem ligação por Ethernet (disponível apenas no AirPort Express com 802.11n).

O Sistema de distribuição sem fios  é outra forma para o AirPort Express aceder a uma rede Wi-Fi existente. O AirPort Express utiliza a porta Ethernet e pode disponibilizar o seu ponto de acesso sem fios em modo WDS, mas requer que os outros pontos de acesso sejam o AirPort Extreme e/ou o AirPort Express. A vantagem do modo de cliente consiste na possibilidade de poder aceder às redes de pontos de acesso que não pertencem à Apple e a estações-base AirPort anteriores (modelos "Ethernet dupla" e "Graphite").

Saiba mais

Outros fabricantes de produtos Wi-Fi utilizam nomes diferentes para designar o modo de cliente. Exemplos destes nomes são: "modo estação cliente", "modo cliente AP", "modo cliente sem fios" e "modo STA". Sempre que um destes modos for necessário, lembre-se de que "modo de cliente" se refere ao mesmo.

Data de publicação: