Acerca dos conteúdos de segurança do Safari 6.2 e Safari 7.1

Este documento descreve os conteúdos de segurança do Safari 6.2 e do Safari 7.1.

Esta atualização pode ser descarregada e instalada através da Actualização de software ou a partir do site do Suporte Apple.

Para proteção dos nossos clientes, a Apple não divulga, comenta nem confirma problemas de segurança enquanto não for efetuada uma investigação completa e não estiverem disponíveis as correções ou versões necessárias. Para obter mais informações sobre a segurança dos produtos da Apple, consulte o site Segurança dos produtos da Apple.

Para obter informações sobre a chave PGP de segurança dos produtos da Apple, consulte o artigo Como utilizar a chave PGP de segurança dos produtos da Apple.

Sempre que possível, são utilizadas ID CVE para designar as vulnerabilidades e disponibilizar mais informações.

Para obter mais informações sobre outras atualizações de segurança, consulte o artigo Atualizações de segurança da Apple.

Safari 6.2 e Safari 7.1

  • Safari

    Disponível para: OS X Mountain Lion v10.8.5 e OS X Mavericks v10.9.5

    Impacto: um atacante com uma posição privilegiada na rede poderá intercetar credenciais de utilizador

    Descrição: as palavras-passe guardadas eram preenchidas automaticamente em sites HTTP, em sites HTTPS com confiança comprometida e em iframes. Este problema foi resolvido através da restrição do preenchimento automático de palavras-passe no frame principal de sites HTTPS com cadeias de certificação válidas.

    ID CVE

    CVE-2014-4363: David Silver, Suman Jana e Dan Boneh da Universidade de Stanford, em colaboração com Eric Chen e Collin Jackson da Universidade Carnegie Mellon

  • WebKit

    Disponível para: OS X Mountain Lion v10.8.5 e OS X Mavericks v10.9.5

    Impacto: visitar um site criado com intuito malicioso poderá provocar o encerramento inesperado da aplicação ou a execução de código arbitrário

    Descrição: ocorreram vários problemas de corrupção de memória no WebKit. Estes problemas foram resolvidos através de um melhor processamento da memória.

    ID CVE

    CVE-2013-6663: Atte Kettunen do OUSPG

    CVE-2014-4410: Eric Seidel da Google

    CVE-2014-4411: Equipa de segurança do Google Chrome

    CVE-2014-4412: Apple

    CVE-2014-4413: Apple

    CVE-2014-4414: Apple

    CVE-2014-4415: Apple

  • WebKit

    Disponível para: OS X Mountain Lion v10.8.5 e OS X Mavericks v10.9.5

    Impacto: um site malicioso poderá conseguir monitorizar utilizadores mesmo que a navegação privada esteja ativada

    Descrição: uma aplicação web conseguia armazenar dados de cache de aplicações HTML 5 durante a navegação normal e ler os dados durante a navegação privada. Este problema foi resolvido através da desativação do acesso à cache de aplicações ao utilizar o modo de navegação privada.

    ID CVE

    CVE-2014-4409: Yosuke Hasegawa (NetAgent Co., Led.)

As informações sobre os produtos não fabricados pela Apple ou os sites independentes não controlados ou testados pela Apple são disponibilizadas sem recomendações nem aprovação. A Apple não assume qualquer responsabilidade no que diz respeito à seleção, ao desempenho ou à utilização dos sites ou produtos de terceiros. A Apple não garante a precisão nem a fiabilidade dos sites de terceiros. Existem riscos inerentes à utilização da Internet. Contacte o fornecedor para obter informações adicionais. Outros nomes de empresas e de produtos podem ser marcas comerciais dos respetivos proprietários.

Data de publicação: