Acerca do conteúdo de segurança do QuickTime 7.6.8

Este documento descreve o conteúdo de segurança do QuickTime 7.6.8.

Para proteção dos nossos clientes, a Apple não divulga, comenta nem confirma problemas de segurança enquanto não for efetuada uma investigação completa e não estiverem disponíveis as correções ou versões necessárias. Para obter mais informações sobre a segurança dos produtos Apple, consulte o site Segurança dos produtos Apple.

Para obter informações sobre a chave PGP de segurança dos produtos Apple, consulte o artigo "Como utilizar a chave PGP de segurança dos produtos Apple."

Sempre que possível, são utilizadas ID CVE para designar as vulnerabilidades e disponibilizar mais informações.

Para obter mais informações sobre outras atualizações de segurança, consulte o artigo "Actualizações de segurança da Apple".

QuickTime 7.6.8

  • QuickTime

    ID CVE: CVE-2010-1818

    Disponível para: Windows 7, Vista, XP SP2 ou posterior

    Impacto: visitar um site criado com intuito malicioso poderá provocar o encerramento inesperado da aplicação ou a execução de código arbitrário

    Descrição: existe um problema de validação de entrada no controlo ActiveX do QuickTime. Um parâmetro opcional '_Marshaled_ pUnk' pode ser passado para o controlo ActiveX para especificar um número inteiro arbitrário que mais tarde é processado como um apontador. Visitar um site criado com intuito malicioso poderá provocar o encerramento inesperado da aplicação ou a execução de código arbitrário. Este problema é resolvido ignorando o parâmetro '_Marshaled_pUnk'. Este problema não afeta os sistemas Mac OS X. Os nossos agradecimentos a HBelite, colaborador no programa Zero Day Initiative da TippingPoint, por comunicar este problema.

  • QuickTime

    ID CVE: CVE-2010-1819

    Disponível para: Windows 7, Vista, XP SP2 ou posterior

    Impacto: a visualização de uma imagem num diretório preparado de forma maliciosa pode permitir a execução de código arbitrário

    Descrição: existe um problema de pesquisa de percurso no Visualizador de imagens do QuickTime. Se um pirata informático colocar uma DLL criada com intuito malicioso no mesmo diretório que um ficheiro de imagem, ao abrir este último com o Visualizador de imagens do QuickTime, poderá provocar a execução de código arbitrário. Este problema pode ser resolvido através da remoção do diretório atualmente em utilização a partir do percurso de pesquisa da DLL. Este problema não afeta os sistemas Mac OS X. Os nossos agradecimentos a Haifei Li dos Fortinet's FortiGuard Labs por comunicar este problema.

As informações sobre os produtos não fabricados pela Apple ou os sites independentes não controlados ou testados pela Apple são disponibilizadas sem recomendações nem aprovação. A Apple não assume qualquer responsabilidade no que diz respeito à seleção, ao desempenho ou à utilização dos sites ou produtos de terceiros. A Apple não garante a precisão nem a fiabilidade dos sites de terceiros. Existem riscos inerentes à utilização da Internet. Contacte o fornecedor para obter informações adicionais. Outros nomes de empresas e de produtos podem ser marcas comerciais dos respetivos proprietários.

Data de publicação: