Estações-base Wi-Fi: Alargar o alcance da sua rede sem fios ao adicionar estações-base Wi-Fi adicionais

Pode alargar o alcance da sua rede Wi-Fi utilizando o Utilitário AirPort para configurar ligações sem fios entre várias estações-base Wi-Fi ou para as ligar utilizando o Ethernet para criar uma rede de roaming. Este artigo está concebido para o ajudar a perceber que opções estão disponíveis e qual é a melhor para o seu ambiente.

Nota importante para os utilizadores do utilitário AirPort Express: Se está a considerar adicionar um AirPort Express à sua rede para reproduzir música em sequência ou para possibilitar a impressão sem fios, este artigo poderá ser útil: o que é o modo de cliente?

Definições

Estação-base Wi-Fi – Qualquer variedade de Estação-base AirPort Extreme, AirPort Express ou Time Capsule.

Alargar uma rede sem fios – Utilizar várias estações-base Wi-Fi sem fios para alargar o alcance de uma rede AirPort sobre uma área física mais ampla, quando o alcance de uma única estação-base é insuficiente.

Rede de múltiplas estações-base Wi-Fi – Uma rede que utiliza mais do que uma estação-base Wi-Fi para alargar o alcance de uma rede ou para alargar funcionalidades, tais como o acesso à Internet, à reprodução de música em sequência, impressão, armazenamento, etc. As estações-base Wi-Fi poderão estar ligadas umas às outras através de Ethernet ou sem fios.

Cliente Wi-Fi – Um cliente Wi-Fi é qualquer dispositivo que utilize Wi-Fi (acesso à Internet, impressão, armazenamento ou reprodução de música em sequência). Exemplos de clientes incluem computadores, iPad, iPhone, consolas de jogos, gravadores de vídeo digitais e/ou outros dispositivos Wi-Fi.

Estação-base principal – Normalmente, é a estação-base que se liga ao modem e que tem o endereço do gateway à Internet. É comum a estação-base Wi-Fi principal fornecer o serviço DHCP para a rede Wi-Fi.

Estação-base Wi-Fi alargada – Qualquer estação-base Wi-Fi que se ligue à estação-base Wi-Fi principal para alargar o alcance da rede. Salvo indicação em contrário, as estações-base Wi-Fi alargadas devem ser definidas para utilizar o modo ponte (bridge).

Rendimento – A quantidade de dados que é transmitida ou recebida a cada segundo, medida em megabits por segundo (Mbps).

Escolher entre estações-base Wi-Fi únicas ou múltiplas

Antes de adicionar estações-base Wi-Fi adicionais à sua rede, deve considerar se realmente precisa de o fazer.

Adicionar estações-base Wi-Fi quando é desnecessário pode reduzir o rendimento Wi-Fi porque esta rede irá necessitar de uma elevada gestão de dados. A configuração da rede torna-se também mais complexa. No caso de uma rede alargada sem fios, o rendimento pode ser reduzido para menos de 60 por cento do de um único dispositivo. A regra geral é manter a rede Wi-Fi tão simples quanto possível. Pode conseguir isto utilizando o mínimo número possível de estações-base Wi-Fi necessárias para servir a área física de rede e utilizando o Ethernet onde for possível.

Alargar o alcance da sua rede Wi-Fi ligando as estações-base Wi-Fi utilizando o Ethernet é sempre a melhor opção e obterá um melhor rendimento. O Ethernet oferece uma taxa de até um gigabit, que é muito mais rápido que uma ligação sem fios (para uma ligação sem fios, a taxa máxima é de 450 Mbps em 802.11n a 5 GHz). O Ethernet é também resistente à interferência da frequência de rádio sendo também mais fácil de resolver problemas com ela relacionados. Para além disso, uma vez que não existe virtualmente uma elevada gestão ao longo da ligação Ethernet, mais dados mover-se-ão de um ponto para outro no mesmo espaço de tempo.

Tendo isso em consideração, em alguns ambientes, uma única estação-base Wi-Fi não preenche os seus requisitos, utilizar múltiplas estações-base Wi-Fi pode melhorar o alcance e o rendimento da sua rede em áreas mais afastadas da estação-base principal. Considere que quanto mais afastado está ou quantas mais forem as obstruções entre o dispositivo Wi-Fi cliente e a estação-base Wi-Fi (tais como azulejos de casa de banho que o sinal tem que tentar passar), mais fraca é a força do sinal de rádio e mais baixo será o rendimento.

Partindo do principio que uma única estação-base não cumpre os seus requisitos, deve compreender os diferentes métodos que pode empregar para alargar o alcance da sua rede Wi-Fi e escolher o que lhe for mais conveniente.

Vários tipos de rede de estações-base Wi-Fi

Saiba mais sobre os tipos de redes e como as escolher.

Se precisar de alargar o alcance da sua rede sem fios, que método deve utilizar?

Para estações-base Wi-Fi 802.11a/b/g/n:

  • Rede de roaming (Recomendada)
  • Rede alargada sem fios

Para estações-base Wi-Fi 802.11g:

  • Rede de roaming (Recomendada)
  • WDS

Estes métodos são explicados abaixo. No final deste artigo encontram-se ligações para artigos individuais que explicam a instalação e a configuração de cada método. As estações-base Wi-Fi irão fornecer uma ligação à Internet sem fios com computadores-cliente ou através de uma ligação Ethernet se os computadores-cliente estiverem ligados à estação-base por Ethernet.

Rede roaming (Estações-base Wi-Fi ligadas por Ethernet)

Para as estações-base Wi-Fi 802.11n, criar uma rede de roaming é, sem dúvida, a melhor opção. Isto irá fornecer o melhor rendimento entre as estações-base e os seus dispositivos Wi-Fi.

Esta instalação requer que as suas estações-base Wi-Fi estejam ligadas através de Ethernet.

A estação-base principal fornece os Serviços DHCP, enquanto a estação-base alargada será configurada para utilizar o modo ponte (bridge).

Todas as estações-base Wi-Fi dentro da rede de roaming devem utilizar as mesmas palavras-passe, tipo de segurança (Aberta/WEP/WPA) e nome de rede (SSID).

Pode adicionar várias estações-base Wi-Fi alargadas para expandir uma rede de roaming.

Pode incorporar um botão de rede se não tiver disponíveis portas LAN suficientes na sua estação-base Wi-Fi principal.

Rede alargada sem fios (802.11n)

Se não for possível montar a Rede de roaming recomendada, então a melhor opção seguinte será uma Rede alargada sem fios.

Para criar uma Rede sem fios alargada, tem de colocar quaisquer estações-base Wi-Fi dentro do alcance da estação-base principal.

Considerações sobre o alcance das redes alargadas

No exemplo acima, a estação-base Wi-Fi principal ➊ está fora do alcance sem fios da estação-base Wi-Fi alargada ➋, por isso a estação-base Wi-Fi alargada não consegue estabelecer ligação ou alargar a rede sem fios. A estação-base Wi-Fi alargada deve ser movida para um local que esteja dentro do alcance Wi-Fi da estação-base Wi-Fi principal.

Nota importante

Se outra estação-base Wi-Fi alargada ➋ for colocada entre a estação-base Wi-Fi principal ➊ e a estação-base Wi-Fi alargada ➌, a estação-base Wi-Fi alargada ➌ não permitirá que os clientes se liguem um ao outro. Todas as estações-base Wi-Fi têm de estar em alcance direto da estação-base Wi-Fi principal

WDS (802.11g)

Um sistema de distribuição sem fios é o método utilizado para alargar o alcance das estações-base AirPort Extreme 802.11a/b/g e AirPort Express 802.11a/b/g. O WDS é suportado pelo Utilitário AirPort 5.5.2 ou anterior.

O WDS permite configurar cada estação-base Wi-Fi em uma de três formas:

➊ WDS principal (Estação-base Wi-Fi principal)
➋ WDS de retransmissão
➌ WDS remota

A estação-base principal de WDS ➊ está ligada à Internet e partilha a sua ligação com as estações-base de WDS de retransmissão e remotas.

Uma estação-base de WDS de retransmissão ➋ partilha a ligação à Internet da estação-base principal e também retransmite a ligação às estações-base de WDS remotas.

Uma estação-base de WDS remota ➌ partilha simplesmente a ligação à Internet da estação-base de WDS principal seja de forma direta, se tiver alcance direto, ou através de uma retransmissão de WDS.

Estas três configurações de estação-base (WDS principal, remota e de retransmissão) podem partilhar a ligação à Internet da estação-base de WDS com computadores-cliente ou através de uma ligação Ethernet se os computadores-cliente estiverem ligados à estação-base por Ethernet.

Ao configurar estações-base num WDS, é necessário saber o ID AirPort de cada uma delas. O ID AirPort, também conhecido como endereço MAC (Media Access Controller), está impresso na etiqueta situada na parte de baixo da estação-base AirPort Extreme (próximo do símbolo AirPort) e na parte lateral do transformador da estação-base AirPort Express.

Nota: Como retransmissor, a estação-base Wi-Fi deve receber os dados de uma estação-base Wi-Fi, reempacotá-los, enviá-los para outra estação-base e vice-versa. Este método reduz eficazmente o rendimento para mais de metade. Uma estação-base Wi-Fi 802.11a/b/g só deve ser utilizada desta forma em áreas onde não haja outra opção e onde o rendimento mais elevado não seja essencial.

Passos para adicionar estações-base Wi-Fi à sua rede AirPort

Para informações específicas sobre como alargar o alcance do seu tipo de rede preferido, selecione um dos seguintes:

 

 

Data de publicação: