Usar um processador gráfico externo com o Mac

O Mac com Thunderbolt 3 e com macOS High Sierra 10.13.4 ou posterior pode ter maior desempenho gráfico ao ser conectado a um processador gráfico externo (também conhecido como eGPU).

Uma eGPU pode oferecer ao Mac maior desempenho gráfico para apps profissionais, jogos 3D, criação de conteúdo de realidade virtual e muito mais.

eGPUs são compatíveis com qualquer Mac com Thunderbolt 31 executando o macOS High Sierra 10.13.4 ou posterior. Saiba como atualizar o software no Mac.

Usar o item da barra de menus para desconectar a eGPU

Com uma eGPU, você consegue fazer todas estas atividades no Mac:

  • Acelerar apps que usam Metal, OpenGL e OpenCL
  • Conectar telas e monitores externos adicionais
  • Usar headsets de realidade virtual conectados à eGPU
  • Carregar o MacBook Pro enquanto usa a eGPU
  • Usar uma eGPU com o MacBook Pro enquanto a tela integrada está fechada 
  • Conectar uma eGPU enquanto um usuário estiver com sessão iniciada
  • Conectar mais de uma eGPU usando as várias portas Thunderbolt 3 (USB-C) no Mac2
  • Usar o item da barra de menus ícone da eGPU na barra de menus para desconectar a eGPU com segurança
  • Visualizar os níveis de atividade de GPUs integradas e externas (abra o "Monitor de Atividade" e selecione Janela > Histórico da GPU)

Compatibilidade da eGPU com apps

A compatibilidade da eGPU no macOS High Sierra 10.13.4 e posterior foi desenvolvida para acelerar os apps Metal, OpenGL e OpenCL que se beneficiam de uma poderosa eGPU. Nem todos os apps são compatíveis com aceleração por meio da eGPU. Por isso, verifique com o desenvolvedor do app para obter mais informações.3

Normalmente, uma eGPU pode acelerar o desempenho nestes tipos de app:

  • Apps profissionais desenvolvidos para utilizar várias GPUs
  • Jogos 3D, quando um monitor externo estiver vinculado diretamente à eGPU
  • Apps de realidade virtual, quando o headset de realidade virtual estiver vinculado diretamente à eGPU
  • Apps profissionais e jogos 3D que aceleram a tela integrada de um iMac, iMac Pro, MacBook Air e MacBook Pro (essa funcionalidade deve ser ativada pelo desenvolvedor do app)

Você pode configurar os aplicativos para usar uma eGPU com um dos seguintes métodos:

Usar a opção "Preferir GPU Externa"

Do macOS Mojave 10.14 em diante, é possível ativar a opção "Preferir GPU Externa" no painel Obter Informações de um app específico no Finder. Essa opção permite que a eGPU acelere apps em qualquer tela conectada ao Mac, inclusive as telas integradas do iMac, iMac Pro, MacBook Air e MacBook Pro:

  1. Encerre o app (se ele estiver aberto).
  2. Selecione o app no Finder. A maioria dos apps está na pasta Aplicativos. Se você abrir o app de um alias ou inicializador, clique com a tecla Control pressionada no ícone do app e selecione a opção Mostrar Original no menu pop-up. Em seguida, selecione o app original.
  3. Pressione as teclas Command + I para exibir a janela de informações do app.
  4. Marque a caixa de seleção ao lado de "Preferir GPU Externa".
  5. Abra o app para usá-lo com a eGPU.

Essa opção não será exibida se não houver uma eGPU conectada, se o Mac não estiver executando o macOS Mojave ou se o app gerenciar a seleção de GPU por conta própria. Alguns apps selecionam diretamente quais processadores gráficos são usados e ignoram a caixa de seleção "Preferir GPU Externa".

Definir uma tela conectada à eGPU externa como a tela principal

Se você tiver uma tela externa conectada à eGPU, poderá selecioná-la como a tela principal para todos os apps. Como os apps são conectados por padrão à GPU associada com a tela principal, essa opção funciona com diversos apps:

  1. Encerre os apps abertos que você deseja que a eGPU acelere com a tela principal.
  2. Selecione o menu Apple () > Preferências do Sistema. Selecione Telas e depois selecione a aba Organização.
  3. Arraste a barra de menus branca para a caixa que representa a tela vinculada à eGPU. 
  4. Abra os apps com os quais você deseja usar a eGPU.

Se você desconectar a eGPU, o Mac voltará, por padrão, aos processadores gráficos internos que acionam a tela integrada. Quando a eGPU for conectada novamente, a tela externa será automaticamente definida como a tela principal.

Sobre os drivers de GPU do macOS

O hardware e os drivers de software de GPU do Mac sempre foram totalmente integrados ao sistema. Esse design possibilita a experiência gráfica e repleta de imagens do macOS, além de muitos outros recursos gráficos e de processamento mais profundos da plataforma, incluindo, entre outros, a aceleração da interface do usuário, o suporte a recursos avançados da tela, a renderização de imagens 3D para softwares profissionais e jogos, o processamento de fotos e vídeos, os recursos avançados de processamento da GPU e a aceleração de tarefas de aprendizado de máquina. Essa integração profunda também aumenta a duração da bateria, além de melhorar o desempenho e a estabilidade do sistema.

A Apple desenvolve e integra os drivers de GPU do macOS, além de oferecer suporte a eles, para garantir a consistência dos recursos de GPU em todos os produtos Mac, incluindo APIs avançadas, como Metal, Core Animation, Core Image e Core ML. Para oferecer a melhor experiência possível ao cliente, os drivers de GPU precisam ser desenvolvidos, integrados, testados e fornecidos com todas as versões do macOS. Os drivers de GPU de reposição fabricados por terceiros não são compatíveis com o macOS.

Os drivers de GPU que vêm com o macOS também são projetados para oferecer uma experiência de alta qualidade e alto desempenho no uso da eGPU, conforme a descrição na lista de configurações recomendadas de chassis de eGPU e placas gráficas abaixo. Devido a essa integração profunda do sistema, apenas as placas gráficas que usam a mesma arquitetura de GPU daquelas que são integradas aos produtos Mac são compatíveis com o macOS.

Configurações da eGPU compatíveis

É importante usar uma eGPU com uma placa gráfica e um chassi Thunderbolt 3 recomendados. Se você também usar uma eGPU para carregar o MacBook Pro, o chassi da eGPU precisa oferecer energia suficiente para executar a placa gráfica e carregar o computador. Fale com o fabricante do chassi para saber se ele oferece energia suficiente para o MacBook Pro.

As placas gráficas recomendadas, além dos chassis que podem fornecer energia suficiente a elas, são relacionados abaixo.

Produtos eGPU Thunderbolt 3 tudo-em-um

Esses produtos contêm uma poderosa GPU integrada e fornecem energia suficiente para carregar o MacBook Pro.

eGPUs Thunderbolt 3 tudo-em-um recomendadas:

AMD Radeon RX 470, RX 480, RX 570, RX 580 e Radeon Pro WX 7100

Essas placas gráficas têm como base a arquitetura AMD Polaris. Entre as placas gráficas recomendadas estão a série Sapphire Pulse e a série AMD WX.

Os chassis Thunderbolt 3 recomendados para essas placas gráficas são:

  • OWC Mercury Helios FX4
  • PowerColor Devil Box
  • Sapphire Gear Box
  • Sonnet eGFX Breakaway Box 350W
  • Sonnet eGFX Breakaway Box 550W4
  • Sonnet eGFX Breakaway Box 650W4
  • Razer Core X4
  • PowerColor Game Station4
  • HP Omen4
  • Akitio Node6

AMD Radeon RX Vega 56

Essas placas gráficas têm como base a arquitetura AMD Vega 56. Entre as placas gráficas recomendadas estão Sapphire Vega 56 e XFX Vega 56.

Os chassis Thunderbolt 3 recomendados para essas placas gráficas são:

  • OWC Mercury Helios FX4
  • PowerColor Devil Box
  • Sonnet eGFX Breakaway Box 550W4
  • Sonnet eGFX Breakaway Box 650W4
  • Razer Core X4
  • PowerColor Game Station4

AMD Radeon RX Vega 64, Vega Frontier Edition Air e Radeon Pro WX 9100

Essas placas gráficas têm como base a arquitetura AMD Vega 64. Entre as placas gráficas recomendadas estão Sapphire Vega 64, XFX Vega 64, AMD Frontier Edition (com refrigeração por ar) e AMD Radeon Pro WX 9100.

Os chassis Thunderbolt 3 recomendados para essas placas gráficas são:

  • Sonnet eGFX Breakaway Box 650W4
  • Razer Core X4

Saiba mais

  • Para garantir o melhor desempenho da eGPU, use o cabo Thunderbolt 3 que acompanha a eGPU ou um cabo Thunderbolt 3 (USB‑C) da Apple. O cabo deve estar conectado diretamente a uma porta Thunderbolt 3 do Mac, e não encadeado em série usando outro hub ou dispositivo Thunderbolt.
  • Se você tiver dúvidas sobre placas gráficas ou chassis Thunderbolt 3 ou sobre a compatibilidade e o suporte de apps de terceiros, entre em contato com o provedor do hardware ou software.
  • Os desenvolvedores de software podem obter mais informações sobre como programar apps para aproveitar a compatibilidade com a eGPU do macOS.

 

1. Se você estiver usando um Mac mini (2018) com o FileVault ativado , conecte a tela principal diretamente ao Mac mini durante a inicialização. Depois que você iniciar sessão e ver a mesa do macOS, poderá desconectar a tela do Mac mini e conectá-la à eGPU.

2. Se você estiver usando um MacBook Pro de 13 polegadas de 2016 ou 2017, sempre conecte eGPUs e outros dispositivos de alto desempenho às portas do lado esquerdo para ter a máxima transferência de dados.

3. Observe que o macOS High Sierra 10.13.4 e versões posteriores não são compatíveis com eGPUs quando o Mac é inicializado no Windows usando o Boot Camp ou no modo de recuperação do macOS ou durante a instalação de atualizações de sistema.

4. Esses chassis fornecem pelo menos 85 watts de carga, tornando-os ideais para uso com modelos de MacBook Pro de 15 polegadas.

5. Não é possível reproduzir conteúdo protegido por HDCP do iTunes e de alguns serviços de transmissão em telas com eGPUs Radeon 560. Você pode reproduzir esse conteúdo na tela integrada do MacBook Pro, MacBook Air e iMac.

6. Se você usar o Akitio Node com um notebook Mac, talvez precise conectar o Mac ao seu adaptador de alimentação para garantir o carregamento adequado.

As informações sobre produtos não fabricados pela Apple, ou sites independentes não controlados nem testados pela Apple, são fornecidas sem recomendação ou endosso. A Apple não assume responsabilidade alguma com relação à escolha, ao desempenho ou ao uso de sites ou produtos de terceiros. A Apple não garante a precisão nem a confiabilidade de sites de terceiros. Os riscos são inerentes ao uso da internet. Entre em contato com o fornecedor para obter mais informações. Nomes de outras empresas e produtos podem ser marcas registradas de seus respectivos proprietários.

Data da publicação: