Sobre o conteúdo de segurança do Safari 6.1.3 e Safari do 7.0.3

Este documento descreve o conteúdo de segurança do Safari 6.1.3 e do Safari 7.0.3.

Essa atualização pode ser transferida e instalada usando a Atualização de Software ou do site de Suporte da Apple.

Para garantir a proteção de nossos clientes, a Apple não divulga, discute nem confirma problemas de segurança até que uma investigação completa seja conduzida e qualquer correção ou versão necessária esteja disponível. Para saber mais sobre a Segurança do produto Apple, consulte o site Segurança do produto da Apple.

Para informações sobre a Chave PGP de Segurança do Produto Apple, consulte "Como usar a chave PGP de Segurança do Produto Apple".

Sempre que possível, serão usados IDs de CVE para indicar vulnerabilidades e permitir que o usuário obtenha mais informações.

Para saber mais sobre outras Atualizações de segurança, consulte "Atualizações de segurança da Apple".

Safari 6.1.3 e Safari 7.0.3

  • WebKit

    Disponível para: OS X Lion 10.7.5, OS X Lion Server 10.7.5, OS X Mountain Lion 10.8.5 e OS X Mavericks 10.9.2

    Impacto: acessar um site criado com códigos maliciosos pode causar o encerramento inesperado de aplicativos ou a execução arbitrária de códigos

    Descrição: havia diversos problemas de corrompimento de memória no WebKit. Esses problemas foram solucionados por meio de melhorias no processamento de memória.

    ID de CVE

    CVE-2013-2871: miaubiz

    CVE-2013-2926: cloudfuzzer

    CVE-2013-2928: Equipe de Segurança do Google Chrome

    CVE-2013-6625: cloudfuzzer

    CVE-2014-1289: Apple

    CVE-2014-1290: ant4g0nist (SegFault) que trabalha com a Zero Day Initiative da HP, Equipe de Segurança do Google Chrome

    CVE-2014-1291: Equipe de Segurança do Google Chrome

    CVE-2014-1292: Equipe de Segurança do Google Chrome

    CVE-2014-1293: Equipe de Segurança do Google Chrome

    CVE-2014-1294: Equipe de Segurança do Google Chrome

    CVE-2014-1298: Equipe de Segurança do Google Chrome

    CVE-2014-1299: Equipe de Segurança do Google Chrome, Apple, Renata Hodovan da Universidade de Szeged / Samsung Electronics

    CVE-2014-1300: Ian Beer do Google Project Zero que trabalha com a Zero Day Initiative da HP

    CVE-2014-1301: Equipe de Segurança do Google Chrome

    CVE-2014-1302: Equipe de Segurança do Google Chrome, Apple

    CVE-2014-1303: KeenTeam que trabalha com a Zero Day Initiative da HP

    CVE-2014-1304: Apple

    CVE-2014-1305: Apple

    CVE-2014-1307: Equipe de Segurança do Google Chrome

    CVE-2014-1308: Equipe de Segurança do Google Chrome

    CVE-2014-1309: cloudfuzzer

    CVE-2014-1310: Equipe de Segurança do Google Chrome

    CVE-2014-1311: Equipe de Segurança do Google Chrome

    CVE-2014-1312: Equipe de Segurança do Google Chrome

    CVE-2014-1313: Equipe de Segurança do Google Chrome

    CVE-2014-1713: VUPEN que trabalha com a Zero Day Initiative da HP

  • WebKit

    Disponível para: OS X Lion 10.7.5, OS X Lion Server 10.7.5, OS X Mountain Lion 10.8.5 e OS X Mavericks 10.9.2

    Impacto: um invasor executando códigos arbitrariamente no WebProcess pode conseguir ler arquivos aleatórios, apesar das restrições da área de teste

    Descrição: havia um problema de lógica no processamento de mensagens de IPC a partir do WebProcess. Esse problema foi resolvido por meio da validação adicional de mensagens de IPC.

    ID de CVE

    CVE-2014-1297: Ian Beer, do Google Project Zero

As informações sobre produtos não fabricados pela Apple, ou sites independentes não controlados nem testados pela Apple, são fornecidas sem recomendação ou endosso. A Apple não assume responsabilidade alguma com relação à escolha, ao desempenho ou ao uso de sites ou produtos de terceiros. A Apple não garante a precisão nem a confiabilidade de sites de terceiros. Os riscos são inerentes ao uso da internet. Entre em contato com o fornecedor para obter mais informações. Nomes de outras empresas e produtos podem ser marcas registradas de seus respectivos proprietários.

Data da publicação: